Ensino online: instituições mundo afora se adaptam para manter o conhecimento em movimento – NoroesteOnline.com

Ensino online: instituições mundo afora se adaptam para manter o conhecimento em movimento

31 de março de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um notebook, um tablet ou um smartphone nas mãos de um estudante: esta imagem tem se tornado comum nas últimas semanas para retratar situações de aula ou de estudo. É a nova realidade no setor educacional. Universidades do mundo inteiro se adaptando e aprendendo a oferecer ensino online, em razão da pandemia de Coronavírus. Os estudantes estão tendo acesso ao conhecimento, aos professores e à estrutura das instituições de ensino a partir da mediação de diferentes tecnologias. O desafio que se coloca para a comunidade acadêmica ao redor do mundo é seguir as atividades de forma digital, produzindo conhecimento, formando profissionais e contribuindo com o desenvolvimento das comunidades. Além de somar esforços no combate ao COVID-19, por meio da pesquisa e de ações diretas na sociedade.

Aulas online já foram adotadas em diversas instituições pelo mundo. Harvard, nos Estados Unidos, uma das universidades mais reconhecidas e tradicionais, tomou esta medida radical desde o início do mês de março. Em matéria da Revista Exame, que cita o Reitor Lawrence Summers, há o destaque de que: “o objetivo dessas mudanças é minimizar a necessidade de grupos grandes se encontrarem e passarem muito tempo próximos em lugares como salas de aula, refeitórios”, diz ele.

Segundo a assessora para assuntos internacionais da Unijuí, vinculada ao Escritório de Relações Internacionais, Vanderléia Haiski, em tempos de COVID-19, a tecnologia tem sido uma grande aliada da educação. “Por meio de aulas online, universidades do mundo inteiro têm mantido suas atividades sem colocar em risco a saúde dos seus estudantes. Estima-se que em torno de 1,5 bilhão de estudantes estão com as aulas suspensas ou reconfiguradas ao redor do mundo, o que representa 87% de todos os estudantes do planeta (dados da Unesco). Logo, fazer parte de uma Universidade com capacidade de se adaptar e dar continuidade nas atividades, de forma segura, é um diferencial”, observa.

Grandes universidades parceiras da Unijuí no exterior, salienta a assessora, como a Universidade do Porto e o IPLeiria, em Portugal, e a UMCS, na Polônia, adotaram o sistema de aulas online, tanto para estudantes de Graduação quanto de Pós-Draduação. “Essa medida permite que todos os acadêmicos deem continuidade aos seus estudos e pesquisas, incluindo os estudantes da Unijuí que estão em intercâmbio no exterior”, complementa.

Em isolamento na cidade do Porto, cidade em que só os serviços essenciais estão funcionando já há alguns dias, a estudante da Unijuí, Alana Zanfra, realizando parte da formação na Universidade do Porto, relata que as atividades estão acontecendo prioritariamente online, inclusive com estágios suspensos por enquanto. “Compreendo que neste momento precisamos mudar nossas rotinas presenciais e nossos cronogramas para que não se agrave ainda mais a situação que ocorre em todo o mundo. Atividades online são a única forma de contornar o problema e seguir realizando a pesquisa que estou desenvolvendo neste momento, por exemplo”, observa.

Na Unijuí

A realidade é a mesma na Unijuí. Para cursos presenciais – Graduação e Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu – estão em uso, desde a quinta-feira, dia 19 de março, ferramentas digitais de ensino. A plataforma Google permite que os estudantes da Universidade tenham acesso ilimitado aos recursos do Google For Education, uma solução tecnológica que facilita a vida de professores e estudantes, a qualquer hora e a partir de qualquer dispositivo móvel conectado à internet, além de possuir armazenamento ilimitado de drive na nuvem e e-mails.

Chats, arquivos compartilhados e que podem ser editados por todos, aulas online por meio de videoconferência, entre muitas outras ferramentas estão disponíveis. A Universidade está estimulando e procurando criar ambientes de interação entre estudantes e professores. Uma das ferramentas do pacote, por exemplo, é o Google Meet, que permite videoconferências em tempo real para a discussão de conteúdos.

Segundo Gilberto Nogara, estudante de Enfermagem: “as aulas online estão sendo de suma importância neste momento de pandemia do Covid-19, visto que se não estivéssemos ativos, poderíamos perder um semestre letivo. Estão fazendo com que os estudantes adiantem conteúdos teóricos e não percam o ritmo, para que mais na frente, as aulas práticas não sejam prejudicadas. Usar essas ferramentas não só mostram o bom uso das tecnologias e que tudo dá-se um jeito, como também promove a união e o respeito às orientações dadas pelo Ministério da Saúde em evitar aglomerações para evitarmos ao máximo a transmissibilidade e consequentemente o contágio das pessoas por essa pandemia. O formato online mostra praticidade e uma alternativa quando a presencial deve ser evitado!”.

Saiba como acessar as plataformas:

No momento da matrícula, todos os estudantes da Unijuí já possuem acesso liberado ao Google For Education, por meio do endereço @sou.unijui.edu.br, bastando apenas realizar o acesso. O G Suite for Education permanece ativo após a formatura, ou seja, o estudante continuará contando com as ferramentas e benefícios mesmo após a colação de grau.

Confira abaixo como realizar o primeiro acesso, troca de senha e login no e-mail Google Unijuí:

Como eu faço o primeiro acesso e troca de senha

Como faço o login no e-mail Google UNIJUÍ

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content