GOLPE DA CASA: Por orientação de defensor, panambiense escapa de golpe da “casa pré-fabricada” – NoroesteOnline.com

GOLPE DA CASA: Por orientação de defensor, panambiense escapa de golpe da “casa pré-fabricada”

30 de julho de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um panambiense, por muito pouco, não caiu no golpe da casa pré-fabricada, através das redes sociais nesta semana. De acordo com informações preliminares, o depósito financeiro no valor de R$ 3.000,00 somente não fora efetuado, porque instantes antes de realizar o pagamento, a vítima resolveu ligar para um advogado de confiança, que o alertou quanto a procedência da empresa, da conta e da identificação de uma imagem usada indevidamente pelo falsário, na tentativa de ludibriar a vítima.

Conforme as informações, relatadas com exclusividade à redação do Jornal A Notícia do Vale, as negociações iniciaram na semana que passou através do Facebook em uma postagem referente a uma suposta empresa de Passo Fundo/RS. Tratadas as medidas e valores, o falsário encaminhou um contrato e uma conta (via Mercado Pago) para o pagamento de uma entrada, teoricamente, para o envio dos materiais de construção da casa pré-fabricada. Na segunda-feira, instantes antes do pagamento, a vítima consultou um advogado que, após uma consulta, constatou que a empresa era sediada no RS, com sede administrativa em Itapema – Santa Catarina, se utilizando de imagens de uma outra construtora sediada em Goiânia/GO. Além disso, 16 processos contra o “suposto empresário”, grande parte por crimes de estelionato e não-cumprimento de contratos idênticos foram localizados pelo defensor, sendo orientada a vítima a não efetuar o pagamento pedido e desistir do contrato.

 A Polícia Civil alerta para a prática deste tipo de golpe, comumente aplicado pelas redes sociais. Algumas orientações importantes são repassadas pelos órgãos policiais indicando que antes de fechar negócio, é importante consultar o Procon para saber se a empresa tem histórico de reclamações. Pesquisar pelo nome do estabelecimento, CNPJ e CPF em sites oficiais, sites de reclamações como o Reclame Aqui (clientes lesados costumam se manifestar nesses locais), procurando ainda, as páginas da empresa nas redes sociais, a fim de evitar que seja vítima de golpe. Ainda, importante a consulta de um especialista em contratos (Advogado), optando sempre por contratos a serem assinados na própria cidade, com instituições comerciais de confiança, dando uma entrada, e quitando o valor apenas na entrega da casa. Caso se sinta lesado, procure a Polícia Civil de seu município. Fonte: Jornal A Notícia do Vale

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content