Grilagem de terras causa 35% do desmatamento na Amazônia – NoroesteOnline.com

Grilagem de terras causa 35% do desmatamento na Amazônia

22 de novembro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Áreas que são alvo de grilagem na Amazônia correspondem a 35% do total desmatado na região entre agosto de 2018 e julho de 2019, de acordo com dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), analisados pelo Ipam (Instituto de Pesquisas da Amazônia).

As informações fazem parte do sistema Prodes, que monitora a perda de floresta na Amazônia Legal. Esses são os números oficiais utilizados pelo governo federal.

A grilagem é a ocupação ilegal, geralmente para uso econômico e dos recursos naturais. A atividade ocorre nas chamadas “terras sem destinação”. Essas terras pertencem à União ou aos Estados, ou ainda são áreas sobre as quais não constam oficialmente informações sobre os proprietários.

As terras da União, dos Estados e “sem informação”, juntas, são as classes mais afetadas pelo desmatamento, seguidas pelos assentamentos e propriedades privadas, de acordo com os institutos.

Historicamente, os dois primeiros tipos estão mais vulneráveis devido ao caos fundiário que se instalou na Amazônia. Nas décadas de 1960 e 1970, incentivados pelo governo militar, brasileiros de diferentes regiões foram para o Norte ocupar a área.

Fonte: O Sul

Vestibular de Medicina UNIJUÍ 2020

29 de novembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content