Hamilton desfila para a vitória e coroa hexacampeonato em Abu Dhabi – NoroesteOnline.com

Hamilton desfila para a vitória e coroa hexacampeonato em Abu Dhabi

1 de dezembro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O GP de Abu Dhabi foi uma imensa volta de comemoração para o hexacampeonato de Lewis Hamilton. O britânico largou firme da pole, disparou na frente e não teve mais rivais na briga pela vitória. Faturou de ponta a ponta para coroar sua temporada. Ainda superou o recorde de Michael Schumacher ao completar todas as voltas de 2019. O alemão teve o mesmo feito, mas o calendário tinha menos etapas. Max Verstappen batalhou contra problemas eletrônicos para ser segundo, enquanto Charles Leclerc chegou em terceiro após a Ferrari errar a medida da estratégia.

A largada foi o ponto-chave da corrida, num circuito que não facilita a vida de quem precisa ultrapassar. Hamilton disparou na frente, enquanto as duas Ferrari brigavam com Verstappen. Faltou fôlego para o Red Bull-Honda e Leclerc fez bela manobra para assumir o segundo lugar. Sebastian Vettel não conseguiu repetir o movimento e quase se complicou com Alex Albon.

Lá atrás, o espetáculo era de Valtteri Bottas, que largou de último. O finlandês veio costurando o pelotão e fez boas ultrapassagens, pois nem todo mundo facilitou a vida do Mercedão. Entre eles, Kevin Magnussen e Lance Stroll, que deram uma apertada na trajetória de Bottas. As duas McLaren também tinham uma luta enroscada com as Renault. Lando Norris levou a melhor para continuar em sexto.

Ver imagem no Twitter

Logo a Ferrari percebeu que não tinha performance para se aproximar de Hamilton. Tentaram uma cartada, ao chamar ambos os pilotos para os boxes bem cedo, colocando pneus duros. Foi o suficiente para ganhar vantagem para cima de Verstappen. Mas Hamilton navegava tranquilo lá na frente. Vettel, em mais um dia apagado, ainda teve problemas com um pit lento, desabando para trás de Albon e Bottas.

Verstappen e Hamilton foram parar depois da metade da corrida. O holandês chegou a perder a posição para Leclerc com a parada, mas os pneus da Ferrari estavam no bagaço. Ao mesmo tempo, a Red Bull tinha problemas de equilíbrio nas frenagens, gerando muitas reclamações do piloto. Ainda assim, o holandês chegou quando o monegasco passava um retardatário. Se atirou com tudo por dentro, ainda foi expremido mas passou. Leclerc usou asa móvel para tentar dar o troco, freou por fora e quase conseguiu, mas Verstappen não estava afim de dividir curva e fechou a porta para seguir em frente.

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Foi o sinal para as duas Ferrari abortarem a tática de um pit e calçarem pneus mais macios novos. Os italianos quase erraram a medida de novo, pois Leclerc por pouco não ficou a pé no fim, com os pneus macios desgastados demais. Vettel botou médios e pelo menos conseguiu passar Alex Albon antes da bandeirada

Enquanto Hamilton cruzava tranquilo para a vitória, Bottas engatou no porta-malas da Ferrari e tentou de tudo na volta final. Mas a corrida acabou antes dele ter uma chance de passar. Com isso, o pódio teve Hamilton, Verstappen e Leclerc. O finlandês da Mercedes fechou em quarto, com Vettel num distante quinto e Albon em sexto. O sétimo foi um combativo Sérgio Perez, que bateu a carteia de Lando Norris na última passagem com a Racing Point. Norris completou em oitavo, enquanto Daniil Kvyat inventou uma tática arriscada, esticando seu primeiro pit até quase dois terços de prova. Retornou muito forte e passou Nico Hulkenberg na marra.

Na sua última prova da carreira, o alemão da Renault ainda perdeu seu pontinho na derradeira passagem. Completamente sem pneus, foi superado por Carlos Sainz, com a outra McLaren.

Fonte: Correio do Povo - Pitlane

Vestibular de Medicina UNIJUÍ 2020

29 de novembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content