II Congresso Nacional Biopolítica e Direitos Humanos debateu desigualdades e resistências – NoroesteOnline.com

II Congresso Nacional Biopolítica e Direitos Humanos debateu desigualdades e resistências

10 de outubro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A pandemia ocasionada pela Covid-19 impôs a necessidade de mudanças substanciais nas atividades de ensino, pesquisa e extensão nas instituições de ensino superior. Foi o caso do “II Congresso Nacional Biopolítica e Direitos Humanos: desigualdades e resistências”. O evento foi redefinido ao formato online e reuniu, nos dias 5 e 6 de outubro, ouvintes do Brasil e do exterior com conferências relacionadas às temáticas de gênero, mobilidade humana e violência. A realização deu-se pelo Grupo de Pesquisa Biopolítica e Direitos Humanos, certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e vinculado ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito (PPGD) – Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos, com apoio do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais (DCJS) e do Curso de Graduação em Direito da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) financiou o evento.

A programação, com transmissão simultânea pelo YouTube, iniciou na manhã do dia 5 com o painel “Grupo de Pesquisa Biopolítica e Direitos Humanos: a relevância da pesquisa jurídica no PPGDireitos Humanos UNIJUÍ: da iniciação científica ao doutorado em tempos de pandemia e desafios aos direitos humanos”. O workshop foi ministrado pela bacharelanda Quézia Celeste Vanzin, pelas mestrandas Emanuele Dallabrida Mori, Jaqueline Beatriz Griebler e Melina Macedo Bemfica, pelo mestre Rodrigo Tonel e pelos doutorandos André Giovane de Castro e Júlia Monfardini Menuci. O Grupo de Pesquisa Biopolítica e Direitos Humanos, liderado pelo Dr. Maiquel Ângelo Dezordi Wermuth, é formado, ainda, pela Dra. Janaína Machado Sturza, Dra. Joice Graciele Nielsson e Dra. Rosane Teresinha Carvalho Porto. À tarde, a Dra. Fernanda da Silva Lima, vinculada à Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), proferiu a palestra “As desigualdades de gênero em tempos de crise: itinerários de resistência a partir do feminismo negro e decolonial”, com mediação da Dra. Anna Paula Bagetti Zeifert. No turno da noite, a Dra. Patrícia Gorish, vinculada à Universidade Santa Cecília (UNISANTA), ministrou a conferência “Biopolítica, refugiados e techfugees”, com mediação da Dra. Janaína Machado Sturza.

As atividades do dia 6 começaram na manhã com a palestra “As desigualdades de gênero em tempos de crise pandêmica: itinerários de resistência”, proferida pela Dra. Carmen Hein de Campos, vinculada ao Centro Universitário Ritter dos Reis (UNIRITTER), com mediação da Dra. Rosane Teresinha Carvalho Porto. No turno da tarde, o Dr. Renato Duro Dias, vinculado à Universidade Federal do Rio Grande (FURG), palestrou sobre “Corpos em aliança e a resistência ao biopoder em tempos de pandemia”, com mediação da Dra. Joice Graciele Nielsson. O encerramento do evento aconteceu à noite com a conferência “Biopolítica e criminologia cultural: o crime na mídia e a mídia como crime”, ministrada pelo Dr. Álvaro Filipe Oxley da Rocha, vinculado ao Instituto Brasileiro de Criminologia Cultural, com mediação do Dr. Maiquel Ângelo Dezordi Wermuth.

A pandemia suscita inúmeras reflexões sobre os direitos humanos. O Brasil e o mundo evidenciam cenários de intensificação da afronta aos preceitos fundamentais. A partir disso, o II Congresso Nacional Biopolítica e Direitos Humanos assumiu o desafio de estabelecer um espaço de debates científicos acerca de problemas históricos, mas agravados atualmente. O gênero, a mobilidade humana e a violência inserem-se neste rol. Com escopo na matriz teórica da biopolítica, considerado como importante ferramental de análise da realidade em curso, o evento oportunizou discussões críticas para, de um lado, diagnosticar as desigualdades e, de outro lado, perspectivar estratégias de resistência em prol da proteção dos direitos humanos. As conferências ministradas nos dias 5 e 6 de outubro serão publicadas em formato de livro. As palestras encontram-se disponíveis no Canal do YouTube do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIJUÍ no link:http://bit.ly/YoutubePPGD.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content