Ijuí está mais próximo de ser a Capital Nacional das Etnias – NoroesteOnline.com

Ijuí está mais próximo de ser a Capital Nacional das Etnias

1 de agosto de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O sentido do Movimento Étnico de Ijuí é a celebração de um sucesso; o sucesso daqueles que não aceitaram as dificuldades em seus países de origem, o sucesso de pessoas e famílias que não possuíam nada além de seus desejos de uma vida melhor, mais digna e com mais oportunidades para seus filhos… É somente nesta perspectiva que conseguimos entender porque a união de povos tão diferentes, com culturas tão específicas, conseguiu gerar algo tão maravilhoso como o que vemos em Ijuí.

 

O futuro do Movimento Étnico de Ijuí, considerado o maior do Brasil, deve se pautar nesta perspectiva. Como dar continuidade a este projeto com sustentabilidade. Como, a cada ano, criar o novo com base no velho. Como rejuvenescer este velho, fazendo com que permaneça sempre o histórico exemplo de sucesso e abnegação dos antepassados que transformaram uma terra inóspita em um lar…

 

Neste sentido a União das Etnias está à frente do processo que busca o reconhecimento do Município como Capital Nacional das Etnias. O Poder Executivo, dando apoio à proposta, instituiu um comitê composto por instituições Municipais no intuito de dar seguimento ao processo, apoiando a busca deste reconhecimento nacional.

O Governo do Estado, desde 2017, se posicionou favorável ao pleito, devido à importância histórica e cultural de Ijuí para o Rio Grande do Sul e para o Brasil e, novamente, com o apoio direto da Secretaria de Cultura do Estado, se colocou à disposição para toda e qualquer articulação a fim de buscar o reconhecimento do Município, numa homenagem perene aos mais de 30 grupos étnicos que formaram Ijuí.

Aliado ao Governo, o Conselho Estadual de Cultura manifestou seu total apoio ao pleito, dada a importância do tema.

O processo, em sua fase inicial, ganhou notoriedade estadual quando a FAMURS – Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul, a qual representa 497 Municípios, se posicionou favorável ao pleito de Ijuí em cerimônia realizada na Capital do Estado.

Dando seqüência ao pleito, o Deputado Federal Pompeu de Matos registrou, através de um projeto de Lei, a demanda da União das Etnias no Congresso Nacional, abrindo o processo final para o reconhecimento de Ijuí.

Imediatamente o projeto foi acolhido e deu entrada nas Comissões de Cultura e Constituição e Justiça e de Cidadania, tendo em ambas a Deputada Federal Maria do Rosário como relatora do processo.

Após 3 anos de articulações, a União das Etnias, juntamente com a UNIJUÍ e com o Comitê de apoio, apresentarão na tarde desta sexta feira, dia 02 de agosto, para a deputada Maria do Rosário, relatora do processo,  todos os trâmites até aqui conquistados pelos envolvidos, além de um documento de defesa, produzido pelos professores sêniors da UNIJUÍ, o qual servirá de base para fundamentação de seu parecer.

O Reconhecimento de Ijuí como Capital Nacional das Etnias, terá inúmeros reflexos econômicos e sociais, especialmente para o Estado; este valoroso processo fortalecerá o setor cultural de forma geral, firmando o Rio Grande do Sul no cenário Étnico-Cultural do Brasil. Em Ijuí, especialmente, espera-se um levante nas áreas do turismo e da cultura, além do fortalecimento do comércio, dos negócios e dos serviços.

A certeza da importância deste reconhecimento faz com que a União das Etnias siga firme neste propósito, buscando consolidar o Movimento das Etnias de Ijuí como importante salvaguarda da cultura étnica nacional.

Vestibular de Verão UNIJUÍ 2020

30 de setembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content