Irga destaca seus 80 anos na Abertura da Colheita do Arroz – NoroesteOnline.com

Irga destaca seus 80 anos na Abertura da Colheita do Arroz

13 de fevereiro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) participa da Abertura Oficial da Colheita do Arroz, cuja 30ª edição ocorre de quarta (12/2) a sexta-feira (14/2) na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão. A autarquia aproveitou a feira para marcar os 80 anos de trabalhos voltados à lavoura arrozeira do Estado. Há 30 guias cedidos pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e 20 servidores do Irga Zona Sul trabalhando diretamente no evento.

“Fizemos uma identidade visual especial para os 80 anos, pois 2020 é um ano importante para o Irga, e procuramos trazer isso para a feira. Trouxemos um painel para que os produtores e todos os interessados possam registrar em foto sua conexão com as oito décadas do instituto”, explica Camila Pilownic Couto, coordenadora do Programa de Valorização do Arroz (Provarroz). No painel Irga 80 anos – Eu faço parte desta história está a logomarca criada para marcar o aniversário da instituição.

receita arroz irga embrapa

“Trouxemos também arroz de leite para degustação do público da feira, como nos anos anteriores. Mas neste ano, além da degustação, disponibilizamos a receita, que está em um painel no estande do Irga”, acrescenta Camila.

Os materiais institucionais também estão disponíveis no espaço da autarquia na feira, inclusive a última edição da Revista Lavoura Arrozeira. A identidade visual do Irga com a logomarca comemorativa foi criada com inspiração na ideia de infinito. “São infinitas as nossas possibilidades. Trabalhar no campo, na pesquisa, na extensão rural, no mercado, na gestão, na sustentabilidade, nas novas tecnologias”, explica a designer Raquel Flores, servidora do instituto que criou a nova logomarca.

Sobre as vitrines tecnológicas, predomina a diversidade. “Temos mais de 20 cultivares diferentes de arroz. Estamos orgulhosos de ver que a genética Irga é predominante agora no Estado, com mais de 70%. Na Zona Sul, predomina a cultivar Irga 424. Quem visitar a feira vai ver muita diversidade e a presença da pecuária pela primeira vez na abertura da colheita. Verá milho, pastagem e soluções em irrigação. Investimos ainda em uma parceria para trazer um pivô para irrigação da área da abertura da colheita pela primeira vez”, afirma o engenheiro agrônomo André Matos, coordenador da Zona Sul do Irga.

Texto: Sérgio Pereira/Ascom Irga
Edição: Secom

Processo Seletivo EaD Unijuí

28 de janeiro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content