Militares assumem o poder em Mianmar e prendem integrantes do governo - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Militares assumem o poder em Mianmar e prendem integrantes do governo

1 de fevereiro de 2021

Militares de Mianmar tomaram o poder no país nesta segunda-feira (1º) e prenderam integrantes do governo, inclusive a líder política Aung San Suu Kyi, vencedora do Nobel da Paz em 1991, e o presidente Win Myint.

Uma junta militar pretende ficar no governo do país do Sudeste asiático durante um ano, segundo agências de notícias. Os militares acusam os governantes depostos de fraude eleitoral.

Há dois meses, o partido Liga Nacional Pela Democracia venceu uma eleição que opositores, impulsionados por militares, acusam de terem sido fraudadas – o que o presidente e as lideranças governistas de Mianmar negam.

“Eu quero dizer ao nosso povo que não responda intempestivamente, e quero que ajam de acordo com a lei”, pediu o porta-voz do governo, Myo Nyunt, em entrevista à agência Reuters.

Uma rede de televisão controlada pelos militares de Mianmar confirmou que as prisões ocorreram em resposta ao que chamaram de “fraude eleitoral”. Eles declararam estado de emergência.

Militares cercaram também a prefeitura de Yangon, a maior cidade de Mianmar. Além das prisões, os telefones da capital de Mianmar, Naypyitaw, estavam sem linha desde o início da manhã desta segunda (no horário local). A rede de televisão estatal MRTV também ficou fora do ar. Moradores do país relataram que serviços digitais estão sem funcionar.

Fonte: O Sul

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados