Parceria entre Estado e Município destina R$ 200 mil para contemplar projetos culturais – NoroesteOnline.com

Parceria entre Estado e Município destina R$ 200 mil para contemplar projetos culturais

8 de agosto de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artistas, agentes e produtores culturais de Santo Ângelo que pretendem captar recursos do Programa Pró-Cultura “Aproximando Culturas” têm até o dia 13 deste mês para efetivar a inscrição no Cadastro Cultural Municipal (CCM). No dia 14, será publicado o edital de regramento e abertura das inscrições para projetos culturais, até o dia 3 de setembro.

A informação foi da Secretaria Municipal de Cultura, Neusa Cavalheiro, durante a solenidade de lançamento do programa em Santo Ângelo, na noite de terça-feira, 06, no auditório do Centro Municipal de Cultura, com a presença do prefeito Jacques Barbosa, do presidente do Poder Legislativo, vereador Everaldo Oliveira, do secretário de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo, e de seu adjunto, André Kryszczun, do Patrono da 26ª Semana Cultural, Osmar Veronese, do presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais, Jonatã Ferreira, e de um grande número de artistas, produtores e agentes culturais locais. O ato de lançamento integrou a programação da 26ª Semana Cultural de Santo Ângelo.

O edital estará disponibilizando R$ 200 mil para 25 projetos culturais locais, orçados em até R$ 8 mil, por meio de edital público, contemplando artes cênicas (circo, dança e teatro), artes visuais, música, literatura, culturas populares, patrimônio cultural e memória, audiovisual, artesanato e projetos especiais, aqueles que não se enquadram em nenhuma destas áreas ou que tenha ligação entre dois ou mais setores culturais.

Os recursos para os projetos aprovados serão repassados pelo Governo Municipal – R$ 100 mil por meio do Fundo Municipal de Cultura – e pelo Governo do Estado – R$ 100 mil do Pró-Cultura/RS e Fundo de Apoio à Cultura (FAC).

O prefeito Jacques Barbosa argumentou que esta parceria, Estado e Município, está alocando o maior volume de recursos das últimas décadas para o setor cultural de Santo Ângelo, de forma democrática. “A definição dos projetos via edital é o mecanismo mais transparente e democrático na distribuição de recursos para a cultura, aberto à participação da comunidade em geral que, obviamente, precisa atender a alguns requisitos”, assinalou.
O ato de lançamento teve a participação especial do Grupo Viva o Samba, trio composto por Noley Moreira, Daniel Amarante e Odilon Amarante, e da Escola de Dança Grand Jeté, de Karina Minussi.

Pós-Graduação UNIJUÍ – Viva essa experiência transformadora!

8 de agosto de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content