Pessoas com deficiência podem ficar sem receber o benefício se Congresso não aprovar crédito – NoroesteOnline.com

Pessoas com deficiência podem ficar sem receber o benefício se Congresso não aprovar crédito

10 de junho de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, neste sábado (8), que, se o Congresso Nacional não aprovar o projeto de crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões (PLN 4/19), o pagamento do Benefício de Prestação Continuada — que é destinado a idosos de baixa renda e pessoas com deficiência — será suspenso no dia 25 deste mês.

O PNL (projeto de lei no Congresso Nacional) deveria ter sido votado na semana passada, mas ainda não foi aprovado na Comissão Mista de Orçamento. No começo do ano, devido a crise nas contas públicas, o governo pediu para o Congresso um crédito extraordinário de R$ 248 bilhões, que serão obtidos com emissão de títulos do Tesouro. Entretanto, a desarticulação política do governo está dificultando a solução do problema.

Em sua conta oficial do Twitter, o presidente Jair Bolsonaro acrescentou que, sem aprovação, faltarão recursos para outros programas como, por exemplo, o Bolsa Família, nos próximos meses.

Vestibular de Inverno 2019 Unijuí

20 de maio de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content