Quem viajar de Ijuí a Porto Alegre pagará 4 pedágios – NoroesteOnline.com

Quem viajar de Ijuí a Porto Alegre pagará 4 pedágios

9 de janeiro de 2019
Compartilhar
  • 447
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    447
    Shares

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) remarcou para sexta-feira a assinatura do contrato de concessão da Rodovia de Integração do Sul (RIS). O lote de 473,4 quilômetros rodoviários gaúchos foi arrematado pela Companhia de Participações em Concessões (CPC), empresa do Grupo CCR, com a oferta da menor tarifa básica de pedágio, de R$ 4,30545, com deságio de 40,53% em relação à tarifa máxima, fixada em R$ 7,24. Pelo cronograma inicial, a assinatura do documento ocorreria nesta quarta-feira, mas a mudança está publicada no Diário Oficial da União.

O leilão foi realizado No dia 1º de novembro do ano passado, e a vencedora disputou com outras quatro concorrentes. Fazem parte do lote 87,9 km na BR 101, 98,1 km na BR 290, 21,6 km na BR 448 e 265,8 km na BR 386. A nova concessão atravessará 32 municípios gaúchos: Torres, Dom Pedro de Alcântara, Três Cachoeiras, Três Forquilhas, Terra de Areia, Maquiné, Osório, Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha, Porto Alegre, Canoas, Nova Santa Rita, Montenegro, Triunfo, Tabaí, Taquari, Fazenda Vila Nova, Bom Retiro do Sul, Estrela, Lajeado, Marques de Souza, Pouso Novo, São José do Herval, Fontoura Xavier, Soledade, Mormaço, Tio Hugo, Victor Graeff, Santo Antônio do Planalto e Carazinho.

Conforme os estudos e o Programa de Exploração da Rodovia (PER), estão previstos investimentos de R$ 7,8 bilhões e custos operacionais estimados em R$ 5,6 bilhões. Estes se referem a custos de conservação, operação e monitoramento do trecho concedido. Serão investidos, também, R$ 53 milhões em estudos e pesquisas de desenvolvimento tecnológico, com apoio de universidades e cientistas.

Além disso, um investimento de R$ 31 milhões será feito em ações relacionadas à segurança viária, com programas de prevenção a acidentes e educação no trânsito.  Conforme a ANTT, está previsto que todo esse investimento proporcionará a geração de aproximadamente 4 mil empregos diretos e 8 mil indiretos. Serão sete praças de pedágio bidirecionais, com a cobrança de R$ 4,30 em cada sentido:

P1 – BR 101 (Três Cachoeiras), nos km 35 e 200

P2 – BR 290 (Santo Antônio da Patrulha), nos km 019 e 430

P3 – BR 290 (Gravataí), nos km 059 e 000

P4 – BR 386 (Montenegro), nos km 424 e 300

P5 – BR 386 (Paverama), nos km 374 e 700

P6 – BR 386 (Fontoura Xavier), nos km 260 e 100

P7 – BR 386 (Victor Graeff), nos km 203 e 500

Fonte: Foto: Divulgação / Informações AE e CP

Plano de Desenvolvimento Institucional Unijuí

30 de junho de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content