Ueti, Unijuí e Prefeitura de Ijuí realizam a primeira Fenadi Virtual – NoroesteOnline.com

Ueti, Unijuí e Prefeitura de Ijuí realizam a primeira Fenadi Virtual

22 de setembro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Evento celebra a vida, ao mesmo tempo que se apropria das tecnologias digitais de comunicação para tratar de diversidade cultural e levar o que Ijuí tem de melhor para o mundo. A divulgação oficial ocorre nesta terça, dia 22, às 17h, no Centro de Eventos da Unijuí – Campus Ijuí. 

 

Diante do atual cenário de pandemia em que a sociedade se encontra, diversas pessoas e organizações precisaram se reinventar e planejar de forma diferente suas atividades. Por esse motivo, a União das Etnias de Ijuí (Ueti), a Unijuí e a Prefeitura Municipal uniram esforços para pensar uma solução para dar continuidade à Festa Nacional das Culturas Diversificadas (Fenadi) que, em 2020, chega a sua 34ª edição. Dessa forma, surgiu a ideia inovadora da Fenadi Virtual, uma celebração multiétnica diferente das demais que ocorreram no município. Transmitido virtualmente pelo YouTube da Ueti, entre 12 e 19 de outubro, o evento tem o objetivo de levar a diversidade cultural de Ijuí para o mundo, ao mesmo tempo em que celebra a vida e a união dos povos. O lançamento oficial ocorre dia 22 de setembro de 2020, às 17h, no Centro de Eventos da Unijuí – Campus Unijuí.

A programação contará com salas virtuais e atrações off-line, como o Drive-in e o Festival Gastronômico. Os promotores da festa procuraram fugir do formato tradicional de lives que, segundo eles, está um pouco saturado. Por esse motivo, foi pensado em um talk show diário, de duas horas de duração, mais uma hora de reprises de momentos importantes da história dos 33 anos da Fenadi. Além disso, na semana do evento, estão previstas atrações simultâneas separadas em 10 salas transmitidas no YouTube, algumas ao vivo e outras com conteúdo gravado.

De acordo com o presidente da Ueti, Nelson Casarin, esse novo formato possibilitará um maior público no evento, devido ao alcance global possibilitado pelo on-line. “Essa é uma das coisas mais acertadas que estamos fazendo, porque estamos levando nosso grande evento, nosso grande diferencial não só para o estado, mas para o mundo, porque o virtual nos proporciona isso”, destaca.

Segundo Casarin, a situação mundial fez com que a Fenadi precisasse ser reinventada, no entanto, esse movimento trará a possibilidade de apresentar o trabalho cultural que é  desenvolvido no município, referência no Estado e no País. Já o produtor cultural da Ueti, Francisco Roloff, ressalta a inovação da ideia: “é um projeto em uma plataforma nova, diferente de tudo o que já fizemos até hoje, que certamente está possibilitando um novo olhar.

Não tenho dúvida que será um evento diferenciado e toda a comunidade certamente irá vivenciar isso. Eu acredito que estamos criando um projeto para o futuro”. Da crise à oportunidade Durante algum tempo, a organização do evento trabalhou com a perspectiva de que a Fenadi presencial acontecesse, mas conforme foram passando os meses, essa possibilidade foi descartada e passou-se a buscar outra alternativa, que não quebrasse a continuidade da maior celebração étnica e cultural do Rio Grande do Sul. “Há 33 anos acontece a Fenadi, então não pensamos em nenhum momento em não realizá-la”, afirma Élcio Ceratti Júnior, assessor cultural da entidade.

O assessor destaca que o envolvimento com os grupos de dança e as rotinas de ensaios e reuniões estão fazendo falta para as etnias, e que a festa veio ao encontro dessa necessidade de um novo ânimo para o movimento: “essa Fenadi viria para nos manter vivos. Quando você corta ensaios, reuniões, você desmobiliza as pessoas, e essa era nossa principal preocupação. Quando elas estavam começando a esfriar, voltaram a viver o que gostam com a Fenadi Virtual”.

O primeiro presidente da Fenadi e professor da Unijuí Adelar Francisco Baggio, também concorda com a realização do evento on-line: “acredito que tenha sido uma grande ideia, porque o mundo está parado, no geral. Não tem dança na Itália e na Alemanha, por exemplo.

Os grupos como os nossos estão parados. A Fenadi Virtual vai ser um sucesso mundial, porque essas organizações estão se oferecendo para que ocorra essa interação, esse diálogo, entre o pessoal de lá e de cá”.

Continuidade da Fenadi Virtual

Apesar de surgir em um momento de crise, como alternativa para a impossibilidade da realização de eventos presenciais, o formato virtual da Fenadi pode ter vindo para ficar. A intenção é que a atração on-line continue sendo realizada após a pandemia acabar, além da organização já tradicional da festa. “A ideia de voltar no próximo ano com a Fenadi Virtual já está sendo cultivada. Quem sabe possamos fazer na semana do folclore, em agosto. Faríamos a virtual para vender esse produto tão bonito que é a presencial. As pessoas teriam dois meses

para se organizar para viajar. Isso iria permitir que famílias e excursões se organizassem para participar da ExpoIjuí/Fenadi em outubro”, explica o presidente da Ueti, Nelson Casarin.

O assessor cultural da entidade, Élcio Ceratti Júnior, completa esse pensamento: “a ideia é implementar o que vínhamos fazendo de forma presencial e trabalhar essa possibilidade virtual, realizá-la de uma forma constante, pois nós temos a oportunidade de ir muito mais longe através da Fenadi Virtual”.

A Fenadi Virtual é uma realização da Ueti com apoio da Unijuí e Prefeitura Municipal de Ijuí com planejamento cultural da Impacto Desenvolvimento Cultural. Mais informações e a programação completa da Fenadi Virtual serão divulgadas a partir do dia 22, com o lançamento da Fenadi.

 

Produção Textual: Amanda Thiel e Natália Langer 

Revisão: professora Gisele Noll 

Assessoria de Comunicação: Usina de Ideias 

Uma produção do Curso de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unijuí 

 

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content