Você sabe como acontece o fenômeno superlua? - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Você sabe como acontece o fenômeno superlua?

14 de janeiro de 2022

A série “A ciência explica”, da Unijuí, tem como objetivo mostrar de forma clara e objetiva, como o conhecimento científico se apresenta no dia a dia das pessoas. Existem situações que estão tão presentes nas rotinas das pessoas, que acabam nem sendo motivo de questionamentos. Você já parou para pensar o que é e como é possível que aconteça o fenômeno superlua? Admirar a Lua e, para algumas pessoas, em especial esse fenômeno, pode já ter se tornado algo natural, pela frequência com que acontece, cerca de três ou quatro vezes ao ano.

A Lua é um satélite natural que gira em volta da Terra, sendo que uma volta completa tem duração de aproximadamente um mês. Essa trajetória é elíptica, então, em alguns momentos do mês a Lua fica mais próxima (perigeo) e em outros períodos mais afastada (apogeo). As pessoas também enxergam o satélite natural de maneira diferente, de acordo com os dias do mês, são as fases da Lua. Existem diferenças visuais nas fases, quando estão mais próximas ou mais distantes da Terra.

Nelson Adelar Toniazzo, professor de Física da Unijuí, explica que a superlua acontece quando Lua cheia, maior e mais iluminada, está na posição mais próxima da Terra. “A Ciência explica perfeitamente o que é uma superlua. Se compararmos a Lua cheia acontecendo no ponto mais próximo da Terra e no ponto mais afastado, isso significa uma diferença de tamanho de aproximadamente 14%. A diferença entre a maior distância e a menor é em torno de 41 mil quilômetros e na luminosidade temos uma diferença de até 30%”, afirma o docente.

O professor também relata que o melhor momento para apreciar a superlua é no nascer da Lua Cheia, quando ela está no horizonte.

Acompanhe mais conteúdos como este no canal do YouTube da Unijuí.

Vestibular Unijuí 2022

14 de outubro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados