Ijuí marca passagem dos 30 anos do Dia Mundial de Combate à Aids – NoroesteOnline.com

Ijuí marca passagem dos 30 anos do Dia Mundial de Combate à Aids

29 de novembro de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Neste 1º de dezembro, completam-se 30 desde a instituição do Dia Mundial de Combate à Aids. O município de Ijuí quer marcar a passagem dessa data, promovendo ainda mais ações com o objetivo de sensibilizar as pessoas para a importância da prevenção. Por isso, no dia 20 de novembro último, teve início uma programação específica que está sendo desenvolvida pelo Serviço de Atendimento Especializado (SAE), em parceria com a Coordenadoria da Mulher. “O nosso intuito é informar e orientar a população, com vistas à redução do número de casos”, observa a coordenadora do Serviço, enfermeira especialização Ana Letícia Missio de Oliveira.

De acordo com ela, o tempo passou e muitos avanços foram alcançados, mas a vigilância deve ser permanente: “o tempo passou e hoje é possível viver com o HIV, mas a Aidd ainda é uma realidade”, adverte. Segundo dados apontados pela especialista, atualmente, na região da 17° CRS, são 1.093 pacientes cadastrados no Serviço de Atendimento Especializado –SAE Ijuí, sendo mais de 400 pacientes de Ijui. “A situação preocupa, pois com todo o acesso a informação, todos os anos temos casos novos”, afirma. Só em  2018, já são 69 novos casos.

E a programação iniciada ainda neste mês tem justamente o objetivo de chamar a atenção da população para a importância de se manter sempre em alerta e utilizando os métodos de proteção disponíveis. “Estamos realizando palestras junto aos bairros para conversar sobre prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (IST’s), HIV e Hepatites Virais”, diz. A ideia é, justamente, aproximar os serviços dos bairros/população.

O encerramento das atividades alusivas à data, segundo Ana, está previsto para o dia 4 de dezembro, quando será realizada uma Blitz, na Polícia Federal, para conscientizar sobre as infecções  sexualmente transmissíveis, formas de prevenção e violência contra a mulher.

Além disso, no campo da prevenção, o Sistema Único de Saúde (SUS) coloca à disposição da população as estratégias e tecnologias mais avançadas para a prevenção da infecção pelo vírus. São disponibilizados preservativos e Profilaxias Pós-Exposição (PEP), além de ampliar o acesso ao diagnóstico precoce, através dos testes rápidos que estão disponíveis em todos os ambulatórios de saúde.

Pós-Graduação Unijuí

3 de dezembro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content