Métodos alternativos para o controle de pulgões pautam dissertação no PPGSAS - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Métodos alternativos para o controle de pulgões pautam dissertação no PPGSAS

10 de setembro de 2022

Quando ainda cursava o mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade na Unijuí, Douglas de Jesus focou sua pesquisa na busca de soluções para o controle de afídeos, também conhecidos como pulgões, em cultivares de aveia branca. O mestrando trabalhou com duas formas de eliminar os insetos de forma segura.

Intitulada “Variabilidade genética de cultivares de aveia a não-preferência por afídeos e a presença de inimigos naturais com a proposta de um método alternativo de controle”, a dissertação procurou cultivares de aveia branca (Avena sativa) mais resistentes ao ataque de afídeos. A segunda proposta de pesquisa apresenta um composto à base de urina de vaca como repelente natural para o controle desses insetos, visando a redução da necessidade de controle por inseticidas.

Segundo Douglas, constatou-se que há cultivares de aveia branca com potencial genético de resistência por não-preferência ao ataque de pulgões. “Essas cultivares podem ser selecionadas para o aprimoramento em programas de melhoramento genético, visando o desenvolvimento de novas cultivares ou fortalecimento de cultivares já existentes, ao incorporá-las com esse tipo de resistência”, destaca.

Ele acredita que isso permitiria a redução da necessidade do controle químico contra insetos como esse. “Os pulgões estão entre as principais pragas capazes de gerar danos diretos e indiretos à cultura da aveia. Portanto, a variedade com maior resistência possibilita uma produção final com maior segurança alimentar e ecologicamente equilibrada”, afirma.

No segundo aspecto abordado por Douglas, o qual avaliou a eficácia da urina de vacas em lactação sob diferentes concentrações, como biorepelente contra pulgões, foi observado que em concentrações elevadas do composto é possível, sim, obter um efeito repelente contra esses insetos. “No entanto, ainda são necessários mais estudos sobre ambas as condições, a fim de obter mais evidências sobre a eficácia do composto e validar o mesmo como um método alternativo ao uso de inseticidas para o controle de pulgões”, comenta.

Após completar o mestrado, Douglas afirma que dará sequência aos estudos em áreas correlatas ao Programa. “Concluída essa etapa, planejo manter a busca constante por qualificação nas áreas das ciências biológicas, ambientais e morfológicas”, finaliza.

 Gabriel R. Jaskulski, acadêmico de Jornalismo da Unijuí

EAD Unijuí 2023 | Conectando Futuros

2 de março de 2023
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados