Parceria em projeto viabiliza a preservação e recuperação de nascentes - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Parceria em projeto viabiliza a preservação e recuperação de nascentes

13 de outubro de 2021

O Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí vem desenvolvendo junto aos parceiros Ceriluz, JS Florestal e famílias de agricultores o projeto  “Qualidade das águas de nascentes pertencentes à bacia hidrográfica do Rio Ijuí na área de atuação de Pequenas Centrais Hidrelétricas”. A pesquisa está sendo desenvolvida pela mestranda Márcia Sostmeyer Jung.

As nascentes são essenciais para a manutenção do equilíbrio do ciclo da água, por permitir seu afloramento dos lençóis freáticos para a superfície do solo. Desta forma, são responsáveis por formar e manter o fluxo de água em córregos, lagos e rios. Além disso, são fundamentais para a manutenção da biodiversidade nesses ambientes, o que é essencial para a sobrevivência humana; o desenvolvimento das atividades econômicas – seja na agricultura, pecuária ou indústria; e na geração de energia e manutenção da biodiversidade. Desta forma, para a sustentabilidade da vida na terra, é necessário de água em quantidade e qualidade suficiente para suprir as necessidades de todos os usuários. A manutenção da disponibilidade hídrica dos rios depende de forma direta de nascentes preservadas em toda a sua bacia de contribuição.

O projeto tem como grande objetivo identificar as nascentes e caracterizar o ambiente no entorno das fontes que abastecem o rio Ijuí, na microrregião de atuação de Pequenas Centrais Hidrelétricas; realizar a avaliação da qualidade da água e desenvolver um plano de monitoramento para fins de recuperação e preservação. Além disso, atuar junto à comunidade para atividades de educação ambiental na conscientização do uso racional da água e preservação de seus mananciais, valorizando o caráter socioambiental das instituições parceiras. Este projeto de pesquisa busca também a realização de atividades de Educação Ambiental junto às escolas do campo.

Para além das atividades que vêm sendo realizadas, no dia 5 de outubro foi realizada a primeira Oficina de Educação Ambiental junto à Escola Estadual de Ensino Fundamental Giovana Margarita da Vila Floresta, interior de Ijuí. Nela, destaca-se a parceria com as famílias de agricultores onde estão sendo estudadas as nascentes e a própria escola. O educandário, através de sua diretora e professora Leila Jacoboski Denis, acolheu com grande entusiasmo a proposta de realização de ações de educação ambiental. A atividade ocorreu na propriedade do casal Celso e Jane Buzetto e envolveu professores e alunos da escola; diretor secretário da Ceriluz, Romeu de Jesus, e assessor de Comunicação, Vilson José Wagner; e o representante da empresa JS Florestal, Jorge Schirmer. A Unijuí esteve representada pela mestranda Márcia Sostmeyer Jung, bolsistas e alunos de graduação do curso de Ciências Biológicas da Unijuí,  Camila Morizzo Copetti e Rafael Schneider Costa.

Segundo o coordenador do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, professor doutor José Antonio Gonzalez da Silva, diante deste cenário, é possível a realização de atividades de Educação Ambiental nas escolas, com o desenvolvimento de práticas em meio à natureza, buscando sensibilizar as crianças a respeito da importância da água e das nascentes. “Além disso, agregar conhecimento quanto ao ciclo da água, matas ciliares, conservação e preservação de nascentes, biodiversidade e sustentabilidade. Portanto, todos ganham, fortalecendo a relação dos elementos da natureza com as disciplinas e o cotidiano de todos nós”, reforçou.

Segunda a mestranda Márcia Sostmeyer Jung, trata-se de um projeto interdisciplinar e inovador quanto às ferramentas utilizadas para a avaliação da qualidade da água das nascentes, aliando indicadores físicos, químicos e microbiológicos e de bioindicadores. O biomonitoramento é uma ferramenta consolidada em programas de monitoramento da qualidade da água e gestão ambiental de bacias hidrográficas em vários países. Além disso, o convênio técnico-científico entre a Unijuí, Ceriluz e JSFlorestal possibilitou desenvolver um trabalho diferenciado junto à comunidade, interligando o diagnóstico das condições ambientais das nascentes com ações de preservação e conservação.

“Todas as ações visam água de qualidade e em quantidade suficiente para todos, garantindo desta forma a sustentabilidade da vida na terra para as presentes e futuras gerações. Esta ação de educação ambiental junto à direção, professores e alunos da Escola Giovana Margarita é fundamental por propiciar às crianças o aprendizado através do ver e sentir, permitindo relacionar com as temáticas abordadas em sala de aula pelos professores. Já a interação com a nascente preservada é fundamental para a compreensão de que todos nós somos integrantes do meio ambiente e que o equilíbrio da interação homem-ambiente é essencial para a sustentabilidade da vida”, finaliza a mestranda.

 

Vestibular Unijuí 2022

14 de outubro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados