PCH Ijuí Centenária entra em operação e agrega 7,9 MW à geração de energia da Ceriluz - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

PCH Ijuí Centenária entra em operação e agrega 7,9 MW à geração de energia da Ceriluz

3 de dezembro de 2020

A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Ijuí Centenária já está pronta e gerando energia elétrica. A usina, construída no leito do rio Potiribú, em Ijuí, recebeu a Licença de Operação, emitida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental – FEPAM e também está com a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para operação em testes desde o último dia 26 de novembro. A referida usina pertence a empresa Ijuí Centenária Geração SPE, do Grupo Ceriluz.

A operação em testes serve para analisar as condições de geração da nova usina, dados que são encaminhados para a Aneel, visando a autorização final para a operação comercial. “A partir da operação em testes, que iniciaram no dia 26 de novembro, toda a energia já é injetada no sistema para liquidação do chamado PLD – Preço de Liquidação das Diferenças”, explica Iloir. O PLD determina os preços do mercado de curto prazo e é a base para o Mercado Livre de Energia. Ampliando a oferta de energia hídrica, reduz-se a necessidade da geração por fontes mais caras, como as térmicas, que oneram o consumidor por meio das bandeiras tarifárias. O presidente acrescenta que o momento não é favorável à geração, por vivenciarmos uma estiagem, mas acredita na melhoria das condições em breve, já começando a ter o retorno do investimento realizado.

A partir de janeiro a Ceriluz passa a vender toda a energia no Mercado Livre, sendo que já tem contrato para os 12 meses de 2021, que devem render R$ 9 milhões à Cooperativa. Também já está fechada a venda de 70% da produção a partir de janeiro de 2024, por período de 30 anos, definido por meio de Leilão de Geração realizado pela ANEEL, em 31 de agosto de 2018. Apenas essa comercialização via o leilão representará ingresso de receita total de R$118,5 milhões, diluídos em três décadas. Além de ter a receita fixa garantida, ainda haverá 30% da energia disponível para realizar negócios livremente. “Vemos esse resultado do leilão como uma conquista, já que a venda antecipada de energia nos deu a garantia de retorno sobre o investimento que nós fizemos na usina”, afirma Iloir.

O empreendimento exigiu aproximadamente R$50 milhões e conta com uma barragem e um túnel de 2.192 metros de extensão, 20 metros de tubulação blindada dentro do túnel, com 3 metros de diâmetro, que bifurca ao sair do túnel em dois tubos paralelos de 27 metros de extensão, com 2,20 metros de diâmetro, interligados aos geradores. A casa de máquinas é composta por duas turbinas modelo Francis capazes de gerar 7,9 Megawatts juntas.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados