“Se a Toyota sair de Ijuí, o prefeito e o vice devem abandonar a cidade”, diz Amaral – NoroesteOnline.com

“Se a Toyota sair de Ijuí, o prefeito e o vice devem abandonar a cidade”, diz Amaral

12 de dezembro de 2018
Compartilhar
  • 613
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    613
    Shares

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores realizada na última segunda-feira em Ijuí trouxe mais uma polêmica a tona. Mais uma empresa pode deixar a cidade, assim como já fez a Taimak, por falta de investimento do município na infraestrutura básica. Desta vez, a Toyota, Car House ameaçou sair da cidade em função do asfaltamento da via lateral a BR 285 que cruza defronte a revenda, que foi prometido e nunca cumprido.

A possível saída da loja de carros de Ijuí implicaria em mais desemprego na cidade. Diante da grave situação, os vereadores Darci Pretto, da bancada do PDT e Jorge  Amaral, do PP, subiram a tribuna para fazer duras críticas ao governo municipal.

A rua é de chão batido em frente a Toyota, com difícil acesso junto ao trevo, sem nenhuma sinalização e que em dias de chuva, a entrada de veículo pequenos é praticamente impossível. O projeto das paralelas da BR 285, que contemplariam o trecho do Parque Wanderley Burmmann até as imediações da PRF também sequer saiu do papel.

O vereador Darci Pretto enfatizou que já tentou várias vezes reunião ou em Ijuí, que o Dnit viesse a Ijuí, ou até mesmo que os vereadores fossem a sede da autarquia em Cruz Alta, mas nenhuma das hipóteses pode ser realizada. “A Toyota já anunciou que o índice de satisfação não está bom em razão do péssimo acesso que tem essa empresa. Eu sinceramente se fosse prefeito eu teria feito as melhorias, independente da autorização do Dnit e depois eles que viessem se acertar comigo, mas agora, estão as empresas querendo ir embora de Ijuí pelo fato do acesso precário que existe e nós não podemos ficar em silêncio, pois isso implica em diminuição de emprego e renda para os moradores”, disse Pretto.

O vereador Jorge Amaral, chegou a dizer na tribuna “Eu quero me dirigir ao vice-prefeito, que é meu amigo, se a Toyota sair de Ijuí, o prefeito e o vice devem abandonar Ijuí, tem que fazer as malas e tem que abandonar a cidade”. O edil fez a cobrasnça pessoalmente ao vice-prefeito e agora fez publicamente, se referindo as melhorias que precisam ser feitas na cidade. Amaral entende que falta boa vontade dos gestores públicos. “Nós não podemos brincar com uma empresa multinacional como a Toyota. É obrigação garantir o acesso a essas empresas. Eu quero exigir uma posição do executivo municipal em relação a isso”, disse o vereador.

 

EAD UNIJUÍ

31 de julho de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content