Silvio Santos completa 90 anos, e famosos lembram primeiro encontro com o apresentador - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com

Silvio Santos completa 90 anos, e famosos lembram primeiro encontro com o apresentador

12 de dezembro de 2020

Silvio Santos completa 90 anos de idade neste sábado (12) e coleciona uma trajetória cheia de momentos marcantes na TV. Avesso a badalações, o apresentador – muito antes da quarentena motivada pela pandemia do coronavírus – raramente é visto em locais que não seja sua casa, sua emissora ou o salão de seu fiel cabeleireiro, Jassa.

Com mais de 70 anos no meio artístico – antes de estrear na TV, ele conquistou grande popularidade no rádio –, um encontro com Silvio é considerado icônico pelos próprios colegas do meio.

Eliana, apresentadora: “A primeira vez em que vi o Silvio, frente a frente, foi há 30 anos, durante uma gravação do Qual é a música? Na época, eu integrava o Banana Split. Em 1991, o Silvio Santos ligou para o Gugu pedindo para que eu saísse do grupo e ingressasse para o time de apresentadores do SBT. Sou grata ao Silvio e ao Gugu. Se ele não fosse generoso e me liberasse, poderia nunca ter conquistado o que conquistei.”

Osmar Prado, ator: “Nos anos 60, conheci o Silvio Santos nos tempos da Caravana do Peru que fala. ‘Peru que fala’ era o apelido dele (risos). Foi nos tempos em que trabalhávamos na TV Paulista, que viria a se tornar TV Globo anos depois. Em 1994, fui trabalhar no SBT. Fiz Éramos Seis, como Zeca, e Sangue do meu Sangue, em um dos papéis principais. Anos depois, Silvio Santos desmobilizou a teledramaturgia da emissora sem se desfazer dos atores. Aí, resolveu criar um teleteatro dirigido por pessoas inexperientes. Eram dramalhões mexicanos do mais baixo nível”, diz, negando que tenha discutido com Silvio Santos em sua turbulenta saída do SBT. “O Silvio gosta de mim. Me deu de presente um 13º salário como forma de indenização, e me ofereceu mais um ano de contrato, no final de 2001, mas eu disse que não ficaria.”

Maisa, apresentadora: “Quando o Silvio me chamou [para trabalhar no SBT], eu tinha 5 anos. Na reunião com meus pais, ele quis que eu estivesse lá. Afinal, ele iria explicar como ia ser, o que eu ia fazer. Então, nada melhor do que falar diretamente com a pessoa, né? Eu vinha do Programa Raul Gil, em que fazia apresentações, para ser apresentadora do Sábado Animado. Silvio conversou bastante com meus pais, falou sobre direcionamento de carreira, foi um ‘paitrão’ e sou muito grata a ele.”

Ivo Holanda, comediante: “Fui me apresentar em um Show de Calouros e o Silvio gostou. Ele ficou emocionado quando eu cantei O Ébrio, de Vicente Celestino. Assim, foi primeiro encontro com o patrão. Depois, criamos uma parceria por anos, com muitas câmeras escondidas.”

Celso Portiolli, apresentador: “A primeira vez em que encontrei o Silvio foi em 1994. Eu enviava sugestões de quadros, de pegadinhas… Na época, eu tinha uma loja de CD, trabalhava em duas emissoras de rádio, promovia shows, ganhava uns R$ 2,5 mil, mas decidi deixar o Mato Grosso do Sul e tentar a carreira em São Paulo. Quando o Silvio Santos me contratou, ele me falou que a televisão não pagava muito bem e me daria R$ 500. Ele me perguntou porque eu trocaria o salário de R$ 2,5 mil por R$ 500 e eu respondi ‘Silvio, o meu grande sonho é trabalhar aqui no SBT’. Ele esticou a mão e aqui estou até hoje.”

Fonte: O Sul

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados