Situação do Alegrete piora após novas chuvas – NoroesteOnline.com

Situação do Alegrete piora após novas chuvas

11 de janeiro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Mais de 1, 6 mil pessoas estão fora de suas residências em função de estragos causados pela chuva que afetou a região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, conforme o último boletim da Defesa Civil. De acordo com o órgão, 1208 pessoas (288 famílias) estão desalojadas e 399 (95 famílias) estão desabrigadas. Os municípios atingidos são Bagé, Dom Pedrito, Jaguari, Pedro Osório, Quarai, São Borja, São Gabriel, São Francisco de Assis, Uruguaiana e Alegrete, que tem a pior situação entre as cidades.

A Prefeitura de Alegrete avaliou os prejuízos causados pelos temporais e enchentes que afetaram o município durante esta semana, estimando que o valor ultrapassa os R$ 10 milhões. O setor de Infraestrutura projeta prejuízos de R$ 8,5 milhões com as estradas, calçamento danificado e dois pontilhões avariados no interior do município. Somente na área de saúde, a conta chega a R$ 3 milhões.

Um homem morreu após uma árvore cair sobre sua casa. A cidade também registra o maior número de desalojados e desabrigados – 508 e 345 respectivamente. Houve queda de árvores sobre a ERS 377, que liga o município a Manoel Viana. O nível do Rio Ibirapuitã estava 13 metros acima do normal na medição das 5h45min. A ponte Borges de Medeiros segue interditada e só será liberada após a água baixar. Com isso, quem precisa atravessar de um ponto para o outro precisa utilizar a BR 290, em um desvio de oito quilômetros.

Pós-Graduação Unijuí

3 de dezembro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content