A 52ª fase da Operação Lava-Jato investiga crimes contra subsidiárias da Petrobras – NoroesteOnline.com

A 52ª fase da Operação Lava-Jato investiga crimes contra subsidiárias da Petrobras

21 de junho de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (21), a 52ª fase da Operação Lava-Jato, batizada de Greenwich. De acordo com informações da PF, as investigações apuram crimes contra subsidiárias da Petrobras, como a Petroquisa (Petrobras Química S/A), em favor do Grupo Odebrecht.

O ex-diretor da Petroquisa Djalma Rodrigues de Souza foi preso preventivamente no Rio de Janeiro. Ele já é réu na Lava-Jato. Houve um mandado de prisão contra Souza na 46ª etapa da operação, deflagrada em outubro do ano passado, mas o ex-diretor não chegou a ser preso por questões médicas.

O outro alvo de prisão é Douglas Campos Pedrosa de Souza. Os delitos investigados nessa nova etapa da Lava-Jato são corrupção, crimes financeiros e lavagem de ativos. Há ainda nove mandados de busca e apreensão. Eles são cumpridos nos municípios em Recife e em Timbaúba, no Estado de Pernambuco, e no Rio de Janeiro.

Troca de repasses

O Grupo Odebrecht foi favorecido na obtenção de contratos em troca de repasses de recursos a funcionários da Petrobras, segundo a PF. Essa troca de repasses, conforme a corporação, ocorria por meio da entrega de valores em espécie ou por meio de remessas para contas bancárias no exterior.

Documentos obtidos pelo MPF (Ministério Público Federal) comprovaram que, para receber os R$ 17,7 milhões remetidos pelo Grupo Odebrecht de modo dissimulado, foi utilizada uma conta bancária na Suíça, titularizada por empresa offshore controlada por filho do ex-funcionário público.

De acordo com o MPF, as movimentações financeiras e os rendimentos declarados por Djalma Rodrigues perante a Receita Federal do Brasil são incompatíveis com seus recebimentos regulares junto à Petrobras.

Em nota, a PF afirma que “o esquema criminoso identificado em várias oportunidades em contratações da Petrobras se repetiu também em suas subsidiárias”.

Pós-Graduação UNIJUÍ – Viva essa experiência transformadora!

8 de agosto de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content