Blog da Sandra: A violência nas escolas: Precisamos falar sobre isso - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Blog da Sandra: A violência nas escolas: Precisamos falar sobre isso

18 de março de 2019

Por: Sandra Raquel de Faveri

Nesta semana fomos surpreendidos por uma notícia que chocou a todos: dois adolescentes invandem uma escola em Suzano/SP e sem motvos aparentes matam dez pessoas, entre alunos e funcionários. Notícias assim chocam, pois não imaginamos que um local que está em nossas vidas para ajudar, ensinar, acolher, promover, escutar, amar possa ser violado dessa forma tão violenta.

Definir o que significa violência não é algo fácil. Muitos autores, em muitas áreas do conhecimento já buscaram essa definição, com muitos conceitos variados. Porém, o que não se pode deixar de observar é que o problema da violência nas escolas é uma questão complexa e multifacetada. A violência nas escolas contemporâneas é uma realidade vivida por muitos professores, alunos, gestores, comunidade escolar como um todo. E isso não acontece apenas em escolas da periferia ou escolas públicas. Casos de violência acontecem todos os dias, em instituições públicas ou particulares, do bairro ou do centro da cidade. E o que podemos fazer com relação a isso?

Primeiramente, acredito que devemos crer que em um ambiente que deveria ser de aprendizagem, de construção de conhecimento, de interação e cidadania não deveria ter que lidar com conflitos que não fazem parte do universo escolar. Isso porque se pensa a escola, enquanto instituição do conhecimento, se pensa também no bem estar e na convivência pacífica entre seus sujeitos. Não podemos fugir do ideal de uma vivência democrática e de solidariedade.

No entanto, sabe-se que a realidade posta não é essa. O tema em questão configura-se como atual e urgente. Atual e urgente porque é algo que está presente no dia a dia da escola e precisa ser avaliado e repensado de forma clara e objetiva, sem subterfúgios ou meias verdades.

A violência escolar possui enraizamento profundo que vai muito além do que está posto. Muitas vezes essa violência não é explícita, mas invisível aos olhos. É preciso que os profissionais da área da educação saibam da importância de se estudar e debater o tema, bem como suas implicações, características, conceitos e expressões, livres de preconceitos.

É importante ter em mente que a escola atualmente não pode mais se fechar em ações isoladas, ignorando acontecimentos que vão além de seus muros. Até porque a escola traduz em seu trabalho o reflexo da sociedade, com contradições e dilemas. Refletir sobre isso não é mais uma mera ação isolada, é uma necessidade urgente para que casos de agressões contra professores, de mortes de alunos, não se tornem uma rotina.

Pós-Graduação Unijuí – Para quem reinventa o amanhã

29 de março de 2022
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados