Bolsonaro quer que vacinados assinem “termo de responsabilidade” - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com

Bolsonaro quer que vacinados assinem “termo de responsabilidade”

15 de dezembro de 2020

Em conversa com apoiadores na frente do Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que assinará uma medida provisória que vai estabelecer a necessidade de assinatura de um termo de responsabilidade por quem decidir tomar vacina contra a Covid-19.

“Tem gente que quer tomar, então toma, a responsabilidade é tua. Se der algum problema aí, espero que não dê…”, disse Bolsonaro. De acordo com o presidente, a Pfizer deixa claro no contrato que a empresa não se responsabiliza por efeitos colaterais.

“Não é obrigatório, vocês vão ter que assinar termo de responsabilidade para tomar. Porque a Pfizer, por exemplo, é bem clara no contrato: “nós não nos responsabilizamos por efeitos colaterais”, disse o presidente.

Bolsonaro também disse que deve assinar nesta terça-feira (15) uma MP (medida provisória) liberando R$ 20 bilhões para a compra de vacinas contra a Covid-19. O valor citado por Bolsonaro é de dez vezes mais do que o liberado para a compra da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, no qual o governo desembolsará R$ 1,9 bilhão para 100 milhões de doses.

Bolsonaro também voltou a defender medicamentos ineficazes para o tratamento da Covid-19, reclamou do uso de máscaras e disse que quem está pegando Covid agora é porque “ficou em casa”. “Quem está pegando agora é quem ficou em casa. E outra, esse vírus vai viver conosco até morrer”, diz Bolsonaro.

Fonte: O Sul

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados