D’Ale já vê Inter jogando de outra forma com Coudet: “Temos um caminho” – NoroesteOnline.com

D’Ale já vê Inter jogando de outra forma com Coudet: “Temos um caminho”

11 de fevereiro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faz pouco que Eduardo Coudet assumiu a casamata colorada, pouco mais de um mês. Mas os reflexos do trabalho do técnico argentino já estão visíveis no campo, na opinião do capitão e meia D’Alessandro. O camisa 10 concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira, véspera do jogo contra a Universidad de Chile, e projetou uma grande atuação da equipe gaúcha para “fazer por merecer” a classificação à próxima fase.

Em diversas ocasiões ao longo da coletiva, D’Alessandro citou que o Inter está diferente com Coudet. “O Inter hoje está tentando manter uma maneira de jogar diferente do ano passado, tanto fora, quanto em casa”, afirmou ele, que refutou que o esquema priorize a defesa ao jogar supostamente com quatro volantes. “O que determina a maneira que a gente joga não são os nomes e sim a maneira que a gente joga. Ano passado era diferente. A gente jogava com losango. Hoje não tem losango”, comparou. “Se a gente vai conquistar título, não sei. Mas a gente já tem um caminho.”

Para D’Alessandro, o técnico teve a oportunidade de conferir as atuações de praticamente todo o grupo ao longo de seu primeiro mês no Beira-Rio. E, dentro de campo, há mudanças em curso. “Quase todo mundo jogou, teve oportunidade e mostrou serviço”, ressaltou. Consequência disso é um grupo mais empenhado, na opinião do meia: “Cabe ao treinador decidir quem vai estar melhor. Essa disputa sadia dentro do grupo e tem que ser assim. Tomara que continue. Só faz crescer o nosso grupo”.

E dentro da lógica, D’Alessandro quer um Inter ofensivo contra a Universidad de Chile – o time colorado precisa da vitória para se classificar. “Acredito que a gente vai ficar muito com a bola no pé e temos que ter muito cuidado, mas não vamos deixar de atacar”, projetou ele, que deixou claro o nível de cobrança interna: “Amanhã é obrigação”.

Além do confronto com a Universidad de Chile, o Inter ainda tem o Gre-Nal no fim de semana, valendo vaga na final do primeiro turno do Gauchão. O camisa 10 colorado elencou a decisão desta terça como a mais importante. Para isso, quer a torcida ao lado: “O torcedor colorado se faz presente quando a gente precisa, nos momentos mais importantes. E nesse momento a gente precisa deles”, disse. “Temos atletas que chegaram neste ano. São atletas que precisam deste apoio. Temos que dar um suporte importante.”

Fonte: Correio do Povo

Processo Seletivo EaD Unijuí

28 de janeiro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content