Dicas para economizar na reforma em tempos de crise econômica - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Dicas para economizar na reforma em tempos de crise econômica

21 de janeiro de 2021

https://pixabay.com/photos/industry-old-architecture-wood-3264970/

Os problemas em casa não escolhem momento para aparecer. Infiltrações, pisos quebrados, pinturas que se descascam e demais defeitos precisam ser consertados imediatamente, mesmo quando estamos passando por uma crise econômica.

Com a pandemia de coronavírus, a crise econômica apenas se acentuou em 2020. Muitos brasileiros estão tendo sérios problemas para pagar as suas contas: Uma pesquisa recente realizada pela CNC mostrou que 66% dos consumidores do país estão endividados, número bastante alarmante. O início de 2021 deve manter o mesmo ritmo.

Se você precisa realizar reformas na sua casa com urgência e sofre com o dinheiro apertado, é preciso tomar cuidado para não fazer escolhas erradas. Nós preparamos algumas dicas que podem ser muito úteis para que os reparos não pesem muito no bolso:

1. Faça orçamento com vários prestadores de serviços

Os prestadores de serviço da área de reformas podem cobrar preços variados pelos mesmos serviços. Por isso, fechar com o primeiro que você orçar é sempre uma ideia ruim. Avalie qual é a média de valores do mercado e não pague nada acima disso.

Fique atento, porém, para contratar um serviço de qualidade: Sempre opte por profissionais com boas referências e que possuam experiência suficiente na área.

2. Use seus conhecimentos próprios

Você sabe fazer alguma tarefa específica como pintar, rebocar ou nivelar? Que tal, então, colocar as mãos na massa, dispensando assim a necessidade de um profissional extra?

Caso já tenha experiência na atividade ou a domine de reformas anteriores, pode abater custos realizando-a, reduzindo o preço total da reforma.

3. Use ferramentas versáteis

Caso seja necessário comprar ferramentas para realizar algumas atividades durante a reforma, saiba que existem algumas que são muito versáteis e que conseguem realizar variados serviços.

Algumas ferramentas podem fazer funções como furar, parafusar, lixar, polir, cortar e escovar. É o caso, por exemplo, das minifuradeiras e das micro retíficas. Essa é uma opção que permite economia por impedir que seja preciso usar um aparelho diferente para cada tarefa.

4. Compare os preços dos materiais

A crise econômica acertou em cheio o setor da construção civil e gerou grande alta nos preços dos materiais de construção. Para quem não pode esperar para fazer uma reforma, não há outra solução além de fazer uma longa comparação de preços dentro do que for essencial.

Visite lojas diversas e veja onde é possível pagar menos. O tempo de procura pode ser alto, mas ao menos o seu bolso não sentirá tantas dificuldades.

5. Reforme apenas o essencial

Em um tempo de crise, essa é a dica mais importante: Não existe motivo para fazer uma reforma completa apenas por motivos estéticos ou por desejar uma mudança. Isso levará a gastos desnecessários e custará muito mais caro do que em outros momentos.

Reforme agora apenas o essencial: Problemas que irão piorar e causar danos à sua casa, situações fora de controle, questões que não podem esperar. Se uma infiltração danifica as paredes de sua casa, corra para solucionar o que a causa. Se quer mudar a cor dos azulejos da sua sala, espere o pior passar!

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados