Empresa graduada pela Criatec ganha os mercados nacional e internacional com startups - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Empresa graduada pela Criatec ganha os mercados nacional e internacional com startups

26 de fevereiro de 2021

Incubada e graduada na Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec) da Unijuí, a empresa 13 Bits Soluções em Tecnologia da Informação está finalizando as suas atividades, depois de 13 anos de atuação. No entanto, deixará duas startups, criadas como spin-off – ou empresas derivadas, no mercado: a ZenFisio e a Lumiun Tecnologia.

“A 13 Bits foi uma das primeiras empresas incubadas na Criatec e, na época, tínhamos pouco conhecimento em empreender, em administrar uma empresa. E a Incubadora nos auxiliou, não só com o subsídio de alguns custos, como de infraestrutura, mas também com acesso a consultorias e treinamentos. E isso sempre foi muito relevante. Ao longo deste tempo, vimos surgir modelos de negócios mais atrativos, caso das startups. Foi então que, em 2014, lançamos a Lumiun, que passou por processo de investimento e aceleração na WOW de Porto Alegre, uma das maiores aceleradoras do País. Até então, tínhamos uma atuação regional, com a maioria dos clientes na cidade, e passamos para o desafio de atender o mercado nacional”, explicou Cledison Eduardo Fritzen, que deu início, ao lado de Heini Thomas Geib, à 13 Bits.

Com centenas de clientes em todo Brasil, a Lumiun Tecnologia apresenta uma solução simples e de baixo investimento para o controle de acesso à internet em pequenas e médias empresas. A solução atende dois problemas comuns dos gestores atualmente: proteção contra ameaças na internet e baixa produtividade dos colaboradores.

“Há dois anos e meio, três anos, criamos outra startup, que é a ZenFisio, que oferece um software de gestão e marketing para clínicas e profissionais da área da saúde. Passamos por uma aceleradora, a Stars, de Santa Maria, e hoje atendemos cerca de 850 clientes, em todos os estados do Brasil e em outros países”, destacou Cledison.

Para melhor atender às duas startups, hoje a ZenFisio é coordenada por Cledison e Diego MagnaGuagno, enquanto que a Lumiun fica sob responsabilidade de Heini e Alex de Oliveira. E o principal desafio, para ambas as empresas, é conseguir manter o crescimento constante – o que requer inovação em ambos os negócios.

Outro destaque nas duas startups é a gestão das pessoas. Ambas as empresas são avessas à burocracia e trabalham para que os funcionários tenham um bom ambiente de trabalho, com espaços para socialização e lanches à vontade; boa remuneração e bonificações; além da possibilidade de expor opiniões e ideias. “Mais importante do que desenvolver estes negócios, está em garantir que as pessoas se desenvolvam e se sintam bem em estar conosco. Incentivamos o acesso a eventos e a cursos, valorizamos a opinião de todos e não instituímos uma hierarquia aqui. Ninguém é chefe de ninguém. Não importa quem é dono da empresa. Importa que possamos crescer e nos desenvolver juntos”, reforçou Cledison, que já pensa, em conjunto com os sócios, lançar uma nova startup.

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados