Estudo observa práticas contábeis e a prestação de contas em Universidades Comunitárias gaúchas – NoroesteOnline.com

Estudo observa práticas contábeis e a prestação de contas em Universidades Comunitárias gaúchas

19 de agosto de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com o objetivo de explorar as práticas operacionais que resultam nas informações necessárias para o Accountability (prestação de contas) nas Universidades Comunitárias do Rio Grande do Sul, buscando entender a prática contábil, pesquisa desenvolvida na Unijuí buscou identificar, nas entrevistas com contadores e outros profissionais, a importância dada no processo de coleta das informações contábeis para a elaboração de Relatórios Sociais, além de identificar quais são as possíveis técnicas a serem implementadas em suas rotinas operacionais, no intuito de contribuir/facilitar o processo coleta de informações na elaboração destes importantes relatórios.

Este estudo resultou em um artigo, desenvolvido no Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional da Unijuí, intitulado “Práticas Contábeis e a Accountability em Universidades Comunitárias no Rio Grande do Sul”, de autoria de Nelson José Thesing, Vaneza Lima dos Santos, Pedro Luís Büttenbender, Claudia Maria Prudêncio de Mera e Luciana Paim Pieniz, publicado pela revista eletrônica do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional da Universidade do Contestado.

Para identificar e analisar os desafios percebidos, foram realizadas entrevistas semiestruturadas, que contaram com a participação de 13 profissionais, sendo 11 Contadores e 02 Assistentes Sociais, para compreender a necessidade/contribuição de se ter accountability nas Universidades Comunitárias gaúchas: Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior em Novo Hamburgo (FEEVALE), Centro Universitário Metodista (IPA), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Universidade de Caxias do Sul (UCS), Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ), Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), Universidade La Salle (UNILASALLE), Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES), Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI).

Nas entrevistas, os pesquisadores conseguiram identificar alguns fatores de destaque, por exemplo: as informações contábeis contribuem de forma significativa para aferir os resultados econômicos e financeiros, bem como os investimentos em Projetos Sociais. Assim, a pesquisa aponta que as informações contábeis podem ser consideradas uma base de dados oficial da mensuração econômica, capaz medir ou traduzir os números em valores que apresentam as ações de Responsabilidade Social. Desta forma, o estudo apresenta o processo reflexivo a partir do fazer acadêmico, em torno da accountability, apresentando o sentido para quem a produz, seus processos não só técnicos instrumentais, mas de cunho qualitativo.

A pesquisa também aponta que os contadores das Universidades Comunitárias encontram dificuldades durante o período de elaboração dos Relatórios Sociais, entre eles a fragilidade na padronização das informações, oriundas dos diversos setores, para a compilação das informações, ou seja, juntar e agrupar as principais informações necessárias para os relatórios.

No entanto, segundo os autores, é importante registrar as dimensões atuais da contabilidade como uma forma eficaz de avaliação de desempenho econômico/ financeiro/ social de organizações e gestores, mecanismo indispensável no processo de tomada decisão no mundo acadêmico, para assim, dialogar com a accountability, caminho eficiente para qualquer instituição/organização comunicar-se com a sociedade. “Ao olhar a história da civilização, percebe-se que ela tem muito a ver com as Universidades Comunitárias, especialmente no Rio Grande do Sul, a partir da década de 1950, quando teve início um grande esforço das comunidades do interior, em buscar o ensino superior, na medida em que o Estado não se fazia presente. Significa, a insuficiente de políticas públicas que viabilizassem a oferta do ensino superior no interior do RS, fez nascer da força da comunidade um conjunto de iniciativas concretas de interesse coletivo”, concluem os pesquisadores.

Sobre a Accountability

Pesquisas indicam que o campo teórico de accountability (prestação de contas), conquistou um espaço importante a partir da década de 1960. No Brasil, o termo accountability foi discutido inicialmente no ano de 1975 (CAMPOS, 1990). Portanto, um dos primeiros estudos no Brasil foram realizados pela autora, ao apresentar observações e questionamentos, em relação às consequências desta prática, bem como a fragilidade conceitual deste campo de estudo. Assim, o ambiente da accountability no Brasil, ainda permanece como um campo fértil de estudos, seja pelas necessidades teóricas, como nas pesquisas empíricas.

A accountability está intrinsecamente ligada às atividades das Ciências Contábeis, onde a prestação de contas possibilita a transparência, clareza, com a própria responsabilidade, presente em falas “accountability remete a responsabilização, a ética, a transparência” e também “demonstrar as informações contábeis com transparência e clareza, de forma a viabilizar a compreensão de todos os envolvidos sobre as despesas, investimentos e custos que envolvem o trabalho realizado”.

 Por Evelin Ramos, bolsista de Popularização da Ciência e estudante de Jornalismo da Unijuí.

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content