Fim das férias exige atenção extra com os animais de estimação – NoroesteOnline.com

Fim das férias exige atenção extra com os animais de estimação

18 de fevereiro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Famílias com crianças em idade escolar, além dos cuidados com a compra de material e horários no retorno às aulas, caso possuam animais de estimação, precisam organizar um trabalho de readaptação dos bichos à rotina.

Com certeza será reduzido o tempo de convívio com os pets em casa e, por isso, voltar aos passeios e brincadeiras anteriores ao período de férias é um primeiro passo. Sempre promover atividades conjuntas e, se possível, evitar deixar o cão ou o gato sozinhos no primeiro dia de retorno à velha rotina.

“Quem sabe comprar um brinquedo novo, que lhe distraia, diminua a ansiedade pela separação”, explica a veterinária Juliana Herpich, da Usav (Unidade de Saúde Animal Victória). Se o cão tem dificuldades em se adaptar, existem creches que podem acolhê-lo por algum período. Com isso, reduzem as possibilidades, inclusive, de mau comportamento dos pets, querendo chamar a atenção, saudosos da presença das crianças. Esses cuidados são igualmente válidos para tutores adultos quando retornam às atividades profissionais.

Consulta veterinária

Também é um bom período para organizar os documentos dos animais da casa, como as carteiras de vacinação, receituários e exames. A coordenadora de Saúde Animal da Usav, médica-veterinária Brunna Barni, explica que é importante agendar uma avaliação clínica. Férias fora de casa, por exemplo, podem trazer junto com a bagagem bernes e carrapatos. Por isso, verificar se a vermifugação e o tratamento contra pulgas está em dia, evita problemas futuros.

Vacinas

Embora o protocolo vacinal varie de acordo com o veterinário, é fundamental esse cuidado para uma boa saúde dos bichos de estimação. “Algumas raças, como o Pastor Alemão, por exemplo, necessitam uma quarta dose da polivalente”, explica Brunna.

Animais que permanecem em ambientes mais expostos também podem receber, a cada seis meses, reforço vacinal contra a leptospirose.

Fonte: O Sul

Processo Seletivo EaD Unijuí

28 de janeiro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content