Gestoras do Inova RS integram equipe vencedora do Hackatagro - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com

Gestoras do Inova RS integram equipe vencedora do Hackatagro

12 de dezembro de 2020

O Hackathon do Agro aconteceu entre os dias 4 e 6 de dezembro, e foi promovido pelo Senar RS

Integrantes do Programa Inova RS, coordenado pela Unijuí nas regiões Noroeste e Missões, por meio da Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, tiveram destaque no 2º Hackatagro, o Hackathon do Agro, promovido pelo Senar do Rio Grande do Sul, entre os dias 4 e 6 de dezembro. As gestoras Patrícia Lazzarotti Garcia e Bárbara Righi Cenci integraram a equipe que conquistou o primeiro lugar na categoria de Gestão, ao lado de Thiago Druciaki Casagrande e Jorge Ivan dos Santos Cifuentes Herrera. A premiação foi de R$ 15 mil.

A competição foi transmitida pelo canal do Youtube do projeto e reuniu startups e estudantes universitários, que foram desafiados a desenvolver tecnologias que solucionassem problemas comuns de produtores rurais.

“Sou responsável pela área do Agronegócio no programa Inova RS, das regiões Noroeste e Missões, e é muito diferente você saber de forma teórica e conversar com alguém que, de fato, é deste setor. Você consegue se aprofundar nas dores do agricultor, do profissional que trabalha com o setor do agronegócio, e entender quais são os reais desafios. Essa experiência inclusive nos aproxima dos projetos que estamos desenvolvendo na região”, explica Patrícia, reforçando que o projeto foi desafiador, especialmente para elas, que realizam a gestão do programa e conciliam a função a outras atividades.

Um total de 22 equipes fizeram propostas a desafios sobre temas como gestão (manutenção de maquinário agrícola, gerenciamento de custos e troca de maquinário agrícola) e segurança (assaltos e abigeato). A equipe das jovens, chamada de Código Terra, teve o desafio de trabalhar a gestão da manutenção de máquinas. Como solução, foi proposta uma plataforma para gestão da manutenção e monitoramento de maquinários agrícolas.

“Nosso projeto contava com a integração das máquinas, flexibilidade, baixo custo em relação à concorrência, design amigável pensado no funcionário e no pequeno agricultor, e o armazenamento de dados offline, para posterior sincronização”, explicou Patrícia.

Num primeiro momento, a equipe Código Terra havia ficado na segunda posição. Mas, nesta sexta-feira, dia 11, o Senar-RS anunciou mudanças na classificação. Isso porque a GetBee (AgroBree), primeira colocada após o julgamento realizado no domingo, foi desclassificada por infringir um dos artigos do regulamento da competição. Conforme o regulamento, era proibida a participação de funcionários do Senar-RS e do Instituto de Pesquisas Eldorado. Como a equipe GetBee tinha entre seus componentes um colaborador do Eldorado, o entendimento da organização do Hackathon foi de que houve descumprimento das regras previamente estabelecidas.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados