Incentivo à produção científica durante a graduação resulta em aprovações de egressos em programas de pós-graduação – NoroesteOnline.com

Incentivo à produção científica durante a graduação resulta em aprovações de egressos em programas de pós-graduação

9 de agosto de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A UNIJUÍ ao longo dos seus 60 anos de história, firmou seu compromisso com a formação do profissional cidadão, sempre focada no ensino, pesquisa e extensão, buscando fazer a diferença. Responsável por formar mais de 40 mil estudantes entre graduação e pós-graduação. A Universidade transforma a vida de milhares de pessoas e contribui para o desenvolvimento de toda uma região, por meio da educação e de projetos de incentivo social, tecnológico, cultural e econômico.

Dessa forma colhe frutos, vários estudantes de diferentes áreas são aprovados em conceituadas Instituições de Ensino Superior, em programas de pós-graduação. O curso de Engenharia Elétrica teve cinco egressos selecionados.

O egresso Cezar Augusto da Silva Oliveira teve aprovação no Mestrado em Engenharia Elétrica, na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), ele destaca que o principal objetivo de enfrentar este novo desafio, é pensando mais a longo prazo. “Atualmente, trabalho diretamente na parte técnica da Engenharia Elétrica, por isso é muito importante sempre ter em mente a ciência da Engenharia, aprofundando os conhecimentos na parte teórica. Outro motivo é estar sempre atualizado e preparado para os desafios que enfrento no dia a dia”, destaca o egresso.

Para o egresso Darlan Régis Fischer, que teve aprovação na UFSM no Mestrado em Engenharia Elétrica, a trajetória acadêmica na UNIJUÍ foi fundamental para a aprovação. “Durante a minha formação acadêmica na UNIJUÍ, participei de produções científicas que foram apresentadas durante o Salão do Conhecimento. Acredito que essas participações colaboraram muito para a minha seleção no Mestrado, pois são necessárias publicações de artigos para uma boa colocação na seleção”, ressalta o Engenheiro Eletricista.

Selso Rabelo também foi aprovado no Mestrado em Engenharia Elétrica na UFSM e afirma que buscar essa nova etapa de formação estará contribuindo em seu crescimento profissional. Assim como estará futuramente auxiliando no crescimento tecnológico e construindo novos processos para a melhoria da qualidade de vida da comunidade. O Egresso afirma: “o aluno candidato interessado em buscar um programa de pós-graduação, deve começar a se preparar com antecedência para o processo, olhando editais anteriores, do contrário, a classificação é difícil. Basicamente, o que classifica, desclassifica e aumenta a concorrência entre os candidatos, é a publicação de trabalhos durante a Graduação”, confirma Rabelo.

O Coordenador do Curso de Engenharia Elétrica do Campus Santa Rosa, professor Mauro Fonseca Rodrigues, menciona que o processo seletivo de uma pós-graduação envolve algo que se chama currículo acadêmico. Esse currículo é formado a partir das atividades de ensino, pesquisa e extensão. “A UNIJUÍ contempla todos os aspectos e, com isso, seus alunos podem obter um excelente currículo acadêmico, habilitando-os a fazerem seleção nos melhores programas de pós-graduação do Brasil, como é o caso da UFSM, com conceito 6. Além disso, o incentivo à produção científica desde o início da graduação facilita a continuidade do processo na pós-graduação”, conclui Mauro.

Os egressos do curso de Engenharia Elétrica Jorge Luís Richter também teve aprovação no programa de mestrado da UFSM e Tiago Miguel Klein Faistel, selecionado para o doutorado na UFSM.

Fonte: Comunica Unijuí

Vestibular de Verão 2019 UNIJUÍ

9 de outubro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content