Insuficiência renal pode causar problemas no coração - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Insuficiência renal pode causar problemas no coração

21 de junho de 2022

Não é somente a pressão arterial a causadora de problemas cardíacos. O cardiologista Roberto Yano, especialista em estimulação cardíaca artificial pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, explica que a insuficiência renal também pode levar ao surgimento de cardiopatias. Isso porque os rins são  órgãos nobres e responsáveis pelo controle da pressão arterial.

“Quando os rins enfraquecem, perdem a sua capacidade de filtração, ocorre um descontrole da pressão arterial. Como já sabemos, essa elevação da pressão pode sobrecarregar o coração, levando a quadros de insuficiência cardíaca e ao aceleramento do processo de aterosclerose”, alerta.

“É praticamente uma bola de neve. Os rins doentes elevam a pressão arterial. Esse descontrole pressórico, deixa o coração mais fraco. O coração ficando doente, faz com que os rins fiquem menos perfundidos, piorando ainda mais a sua função e piorando a pressão arterial, ou seja, o problema em um dos órgãos acaba por fim deixando os dois órgãos doentes”, complementa o cardiologista.

O especialista destaca 5 principais alertas que podem surgir em um indivíduo com a função renal prejudicada.

1 – Náuseas e vômitos

“Em decorrência do acúmulo de líquido e do desbalanço eletrolítico, o intestino pode começar a trabalhar de maneira lenta causando esses sintomas. Além disso, as substâncias que não foram corretamente eliminadas pelos rins podem causar uma intoxicação que também ocasiona esse mal-estar”, esclarece.

2 – Mudanças na urina

“Urina com muita espuma pode ser um sinal de insuficiência renal porque mostra o excesso de proteína. Falando nisso, no início do problema, a pessoa passa a urinar com mais frequência e em maior quantidade. Isso ocorre numa tentativa do nosso organismo eliminar mais resíduos. Já na fase avançada da insuficiência renal, ou seja, quando os rins já estão de fato próximos de parar, há uma redução no volume dessa urina, até que por fim o paciente não produz mais urina”, explica Roberto.

3 – Câimbras

“Todo mundo sente câimbra de vez em quando. Mas fique atento. Isso também pode ser um sinal de rins fracos. Na maioria das vezes pode não ser nada demais, mas se isso for frequente, é melhor investigar os rins”, alerta o médico.

4 – Inchaço nas pernas ou em todo o corpo

“Isso pode apontar que os seus rins não estão mais conseguindo manter um balanço de líquido do corpo em um estágio normal. Geralmente esse inchaço começa nas pernas, mas em casos mais graves pode subir para o abdômen e até mesmo deixar o seu rosto inchado”, comenta.

5 – Pressão alta não controlada

“Já falamos que os rins são os responsáveis pelo controle da pressão. Então se há um mal funcionamento deles, claro que sua pressão vai ficar desregulada, e na maioria das vezes bem alta. Os pacientes renais crônicos são os mais difíceis de conseguir controlar a pressão. Além da pressão ser alta, existem medicamentos que não podemos receitar porque o rim desse paciente não está bom. Ou seja, isso acaba limitando o nosso arsenal terapêutico de medicamentos de pressão, mas existem ainda assim tratamentos eficazes no controle da pressão arterial nesses pacientes”, finaliza Roberto.

Fonte: Roberto Yano, médico cardiologista e especialista em Estimulação Cardíaca Artificial pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e AMB.

Fonte: Terra

Pós-Graduação Unijuí – Para quem reinventa o amanhã

29 de março de 2022
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados