Lançado projeto para auxiliar micro, pequenas e médias empresas da Serra a prospectar mercado internacional – NoroesteOnline.com

Lançado projeto para auxiliar micro, pequenas e médias empresas da Serra a prospectar mercado internacional

5 de outubro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governo do Estado, por meio da Sedetur (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo), inaugurou, nesta segunda-feira (5), o Entreposto Exporta-RS, um projeto pioneiro que visa aproximar micro, pequenas e médias empresas da Serra aos mercados internacionais. A data foi escolhida como alusão ao Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa.

“Neste momento de pandemia que enfrentamos, sabemos como é importante o auxílio a quem quer investir no Estado. Estamos trabalhando, desde o início do governo, na redução de custos burocráticos, logísticos e tributários. Nossa agenda se estabeleceu para que, a partir das privatizações, concessões e parcerias público-privadas, possamos ampliar investimentos privados em setores estratégicos”, disse o governador Eduardo Leite, que participou do evento via videoconferência.

O espaço foi inaugurado na sede da Microempa (Associação da Empresas de Pequeno Porte do RS), em Caxias do Sul. A iniciativa é uma expansão do programa Exporta-RS, desenvolvido pela Sedetur. Desde 2016, o Exporta-RS já auxiliou mais de 400 empresas gaúchas na prospecção de novos mercados internacionais. Por meio do programa, as empresas interessadas recebem, sem custo, um estudo de mercado indicando os principais destinos potenciais para seus produtos, bem como uma lista de importadores potenciais nestes mercados-alvo.

“A inauguração do Entreposto Exporta-RS marca uma etapa importante, vinda em um momento crucial de recuperação econômica. A serra gaúcha tem oferta de mercadorias e serviços singular no Rio Grande do Sul. O Entreposto será uma ferramenta fundamental para alavancar esse potencial”, avaliou Rodrigo Lorenzoni, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do RS. A cidade foi escolhida porque das mais de 400 empresas auxiliadas pelo programa, 15% delas são caxienses.

Leite destacou a resiliência e a vocação para o trabalho do povo gaúcho. “Continuaremos nesse caminho, desburocratizando, buscando investimento privado, e ajudando quem produz neste Estado. Temos muito orgulho dessas pessoas e queremos dar todo o suporte para que nossa população possa ser produtora e geradora de emprego. Contem conosco, contem com o governo do Estado”, reforçou o governador.

Dois postos em Caxias do Sul

Serão dois postos de atendimento no município de Caxias do Sul, que atenderão interessados de toda a região. O posto principal ficará localizado na Microempa. Também haverá um posto de atendimento na Sala do Empreendedor, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Caxias do Sul. A expectativa é de que, no primeiro ano, entre 50 e 60 empresas sejam atendidas.

“O Entreposto Exporta-RS será um braço do Estado na região, atuando no sentido de apoiar as empresas locais que desejam exportar, com informações sobre mercados e produtos. Além disso, será possível oferecer capacitações que ajudarão nas rotinas e processos de exportação”, afirmou Lorenzoni.

Para Luiza Colombo Dutra, presidente da Microempa, sediar um posto do programa Exporta-RS valoriza o trabalho realizado pelo Núcleo Setorial de Negócios Internacionais, o Microex, que desde 2016 vem ajudando empresários a se preparar para acessar o mercado externo. “Essa parceria com a Sedetur contribui fortemente para todas as empresas da região que querem desenvolver uma cultura exportadora. Nesse período de pandemia ficou evidente a necessidade de elas estarem presentes em diversos mercados. Trata-se de uma excelente oportunidade para o fortalecimento das micro e pequenas empresas que representam mais de 98% da economia nacional”, explicou.

Iniciativa pioneira

Até então, o Exporta-RS tinha apenas um posto de atendimento físico, localizado em Porto Alegre, de onde captava as demandas de empresas interessadas a receber os estudos de mercado para seus produtos. Ainda que sempre tenha atendido todo o RS, foi percebida a necessidade de ampliar os postos de captação de demanda para o interior do Estado, onde a maior parte do público-alvo está.

De acordo com Marcelo Zepka Baumgarten, diretor de Desenvolvimento Econômico da Sedetur, essa parceria une esforços do setor privado e do setor público, e deve ser um piloto para que outras regiões do RS possam contar com estruturas similares, aumentando a área de cobertura do programa.

“Essa colaboração para prestar novos serviços aos nossos micros, pequenos e médios empreendedores gaúchos é uma grande vitória para o Rio Grande do Sul. Demonstra que estamos todos trabalhando juntos para melhorar a competitividade, levando para todo o Estado nossos principais programas e gerando mais empregos, renda e desenvolvimento a partir da conquista de novos mercados internacionais”, pontua.

O Exporta-RS

O programa Exporta-RS visa ampliar e consolidar a participação de empresas gaúchas no mercado internacional, em especial micro, pequenos e médios empreendimentos, através do atendimento personalizado daqueles que desejam identificar suas possibilidades de exportação e prospectar novos mercados.

Foto: Noroeste Online
Fonte: O Sul

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content