Parceria entre governo e sociedade busca reduzir violência contra mulheres – NoroesteOnline.com

Parceria entre governo e sociedade busca reduzir violência contra mulheres

12 de março de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ações transversais envolvendo poder público e sociedade são os temas mais destacados desta terça-feira (12) na abertura do Seminário Estadual Mês da Mulher Políticas Transversais, que ocorre no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari, dentro da programação da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos para o mês da mulher.

Para um auditório lotado por mulheres, representantes de entidades, servidoras e homens que apoiam a luta das mulheres por igualdade, as manifestações foram unânimes na defesa da construção de uma política pública integrada que possa reduzir os índices de violência doméstica e dê autonomia às mulheres.

O secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, disse que “a partir de hoje se inaugura um conjunto de ações para mapear as zonas de calor, identificar as regiões onde ainda há uma cultura impregnada de violência contra as mulheres para conquistarmos uma sociedade mais humanitária, igualitária e justa.” Para o secretário, é preciso provocar os municípios e unir esforços, poder público e sociedade, visando estancar os alarmantes índices de violência.

A secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, disse que um dos desafios do Plano Plurianual de sustentabilidade do governo estadual é incluir as questões de gênero para todas as políticas de forma transversal. A secretária afirmou que é preciso haver um plano de ataque (físico e mental) à violência e desenvolver um segundo eixo, o de oportunidades, que ajude as mulheres que trabalham e lhes garanta melhores oportunidades.

Ações efetivas

A chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, ressaltou a ascensão das mulheres delegadas que hoje estão em posição de destaque na instituição diferente da década de 1980 onde só chegaram à condição de delegada para atuação nas delegacias especializadas de atendimento a mulheres.

Nadine anunciou que a Polícia Civil está organizando um protocolo padrão a ser implantado em todas as DPs do estado. “Essa iniciativa vai permitir que as mulheres possam receber o mesmo tipo de atendimento em qualquer DP do RS”, acrescentou.

A diretora do Departamento de Políticas para as Mulheres da secretaria, Luciana Custódio, afirmou que vai promover ações efetivas para que as mulheres tenham uma política pública transversal e de sobrevivência envolvendo principalmente questões ligadas à educação, saúde e empreendedorismo.

Também prestigiaram o Seminário a secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker Fortunati; a promotora de Justiça, Ângela Rotundo, representando o MP/RS; Rosângela Dorneles, representando o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher; diretores, coordenadores e servidores de diferentes secretarias.

Vestibular de Inverno 2019 Unijuí

20 de maio de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content