Parceria garante postos de testagem e aplicativo para rastreamento de casos de Covid-19 – NoroesteOnline.com

Parceria garante postos de testagem e aplicativo para rastreamento de casos de Covid-19

7 de agosto de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em mais um passo do programa Testar RS, que está ampliando o número de testes diários de RT-PCR no Estado, o governo assinou, nesta quinta-feira (6/8), um termo de cooperação com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor). O objetivo é organizar os postos de testagem para Covid-19 e o uso do aplicativo do projeto Dados do Bem, tanto para coleta quanto processamento de informações, incluindo o resultado dos testes.

A parceria garantirá que o Rio Grande do Sul coloque em prática uma das estratégias consideradas mais eficazes em países que conseguiram controlar a pandemia de coronavírus: a ampliação da testagem da população gaúcha com o rastreamento de casos.

“Até lançarmos o programa do Testar RS, o Estado fazia em média mil exames diários de RT-PCR, agora, vamos para 8 mil por dia, mas não vamos apenas ampliar a testagem. Agora, estamos dando mais um passo para intensificar o rastreamento. Com a parceria do Instituto D’Or, além de testar pessoas sintomáticas, faremos busca ativa dos contactantes dos casos positivos. Utilizando o Dados do Bem, poderemos identificar dinâmicas de transmissão do coronavírus e entender como a pandemia de Covid-19 evolui”, destacou o governador Eduardo Leite, ao anunciar a parceria em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O Dados do Bem é uma ferramenta que foi desenvolvida por médicos, pesquisadores e cientistas. Ele usa inteligência de dados e mapeamento para analisar a evolução da imunidade na população. Com isso, consegue identificar dinâmicas de transmissão do coronavírus e entender como a pandemia de Covid-19 evolui no Estado.

“Estas informações baseadas em ciência e inteligência nos ajudarão a tomar as medidas mais adequadas a cada situação para frear o avanço da doença no Rio Grande do Sul”, complementou o governador.

A partir do termo de cooperação, o Idor se compromete a disponibilizar gratuitamente o uso do aplicativo ao governo gaúcho, fornecendo todos os dados e suporte técnico para sua utilização e operação.

À Secretaria de Saúde caberá a operação dos postos de testagem e a disponibilização de testes, insumos e profissionais habilitados para a realização dos exames, de acordo com os critérios e protocolos médicos definidos pelas autoridades governamentais competentes.

Segundo a chefe da Vigilância Epidemiológica do Centro de Vigilância em Saúde (CEVS), Tani Ranieri, o Testar RS é resultado do trabalho conjunto da SES com o Ministério da Saúde e o programa Todos pela Saúde.

“É um projeto gradativo. A gente já ampliou em 2 mil testes diários e, nas próximas semanas, seguiremos ampliando. Agora, estamos incluindo um maior número de municípios e testando com prioridade os casos sintomáticos de síndromes respiratórias. Se essas pessoas estiverem cumprindo as medidas de isolamento social, evitaremos a propagação do vírus naquele território. Num segundo momento, vamos agregar essa ferramenta (aplicativo), que facilitará as questões operacionais e logísticas relacionadas às ações que serão desenvolvidas”, destacou Tani, ressaltando que o aplicativo ainda não está operando no Rio Grande do Sul.

Um dos idealizadores do Dados do Bem, Fernando Augusto Bozza, que é médico e coordenador de Pesquisa em Medicina Intensiva do Instituto D’Or, deu detalhes sobre a criação do aplicativo. “O teste é um recurso escasso e deve ser feito utilizando critérios importantes e claros. Nesse sentido que vem a iniciativa do Dados do Bem, para termos um gerenciamento rápido dos programas de testagem. A ideia é, de fato, apoiar os governos para agilizar os testes e a devolução dos resultados para o cidadão e para a Vigilância, a fim de que as medidas sejam tomadas”, afirmou Bozza.

COMO FUNCIONARÁ

Baixe o aplicativo
Clique aqui para baixar o aplicativo Dados do Bem.

Faça a autoavaliação
O usuário responde a um simples questionário de autoavaliação, com perguntas sobre sintomas associados à Covid-19 e histórico de saúde. É importante ser sincero.

Teste em caso de risco
Caso a ferramenta identifique um alto risco de infecção por Covid-19, a pessoa poderá ser convidada, pelo próprio aplicativo, a fazer um teste gratuito em um posto de testagem credenciado pelo Estado nas cidades, com data e hora para comparecer ao local.

Se der positivo
Após realizar a testagem, o usuário recebe o resultado possivelmente no dia seguinte, dependendo de alguns aspectos da logística do ponto de testagem. Em caso positivo para Covid-19, poderá indicar cinco pessoas com quem teve contato para que façam a autoavaliação pelo app. Elas poderão ser convidadas a fazer o teste também. Todos deverão cumprir isolamento, para evitar contaminação.

É com base nos resultados dos exames que o aplicativo gerará dados que auxiliarão o governo a planejar melhor as ações de contenção da Covid-19.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Vitor Necchi/Secom

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content