Prévia da inflação no Brasil fica em 0,09% em outubro, a menor taxa para o mês desde 1998 – NoroesteOnline.com

Prévia da inflação no Brasil fica em 0,09% em outubro, a menor taxa para o mês desde 1998

22 de outubro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15), que é uma prévia da inflação oficial no Brasil, ficou em 0,09% em outubro, mesmo percentual registrado em setembro, informou nesta terça-feira (22) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Trata-se da menor taxa para o mês de outubro desde 1998, quando o índice foi de 0,01%.

No ano, o IPCA-15 acumula alta de 2,69% e, em 12 meses, de 2,72%, abaixo dos 3,22% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em outubro de 2018, a taxa foi de 0,58%, de acordo com o IBGE.

O grupo saúde e cuidados pessoais apresentou a maior alta na passagem de setembro para outubro (0,85%) e também o maior impacto na composição do índice, respondendo sozinho por uma variação de 0,10 ponto percentual. A maior pressão veio dos itens de higiene pessoal e produtos farmacêuticos, com alta de 2,35% e 0,54%, respectivamente.

A segunda maior alta ocorreu nos preços do grupo transportes (0,35%), com impacto de 0,06 ponto percentual no IPCA-15 de outubro.

Por outro lado, três grupos registraram deflação neste mês. Entre as principais quedas, o destaque foi o grupo alimentação e bebidas (-0,25%), que apresentou recuo nos preços pelo terceiro mês consecutivo. Os custos de habitação (-0,23%) e artigos de residência (-0,21%) também recuaram na comparação com o mês anterior, enquanto comunicação apresentou estabilidade.

Segundo o IBGE, entre os alimentos que ficaram mais baratos em outubro, destacam-se a cebola (-17,65%), a batata-inglesa (-14%) e o tomate (-6,10%). Já os preços das carnes subiram 0,59%, depois de queda de 0,38% em setembro.

Vestibular de Verão UNIJUÍ 2020

30 de setembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content