Protetor facial e máscara com válvula contra o coronavírus são menos eficazes na proteção, diz estudo – NoroesteOnline.com

Protetor facial e máscara com válvula contra o coronavírus são menos eficazes na proteção, diz estudo

3 de setembro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma pesquisa publicada na revista científica “Physics of Fluids” aponta que os protetores faciais e as máscaras valvuladas são menos eficazes no bloqueio de partículas virais do que as máscaras normais.

Os pesquisadores usaram uma cabeça oca de manequim com várias coberturas faciais. Eles simularam uma tosse ou espirro com um impulso de pressão de uma bomba manual e usaram lasers para iluminar o caminho das gotículas.

“Focamos nas gotículas menores, já que podem ficar suspensas por muito tempo e podem conter partículas de vírus suficientes para transmitir a Covid-19”, explicou Siddhartha Verma, uma das autoras.

O teste mostrou que os protetores faciais bloqueiam o movimento inicial de um jato simulado de tosse ou espirro, mas as gotículas expelidas podem se mover ao redor do visor com facilidade e se espalhar por uma grande área.

Na simulação com a máscara valvulada, um sopro de partículas pode ser visto jorrando ao redor da ponta do nariz, onde o ajuste é ruim. Além disso, a maior parte do ar exalado passa pela válvula sem obstáculos.

Já o teste com máscaras de tecido, N95 ou cirúrgica foi mais eficaz. Todas as máscaras bloquearam uma quantidade significativa de partículas e pareceram oferecer proteção adequada para a pessoa.

“Conforme os alunos retornam às escolas e universidades, alguns se perguntam se é melhor usar protetores faciais, pois são mais confortáveis ​​e fáceis de usar por longos períodos de tempo. Mas e se esses escudos não forem tão eficazes? Você estaria essencialmente colocando todos em um espaço apertado com gotículas se acumulando ao longo do tempo, o que poderia levar a infecções”, disse Verma.

O estudo sugere que, para minimizar a disseminação do coronavírus na comunidade, é preferível usar máscaras de pano de alta qualidade ou máscaras cirúrgicas mais simples, em vez de protetores faciais e máscaras equipadas com válvulas. “Mesmo as melhores máscaras têm algum grau de vazamento. É importante manter distância física para mitigar a transmissão”, completou a autora.

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content