Técnico Vadão morre aos 63 anos – NoroesteOnline.com

Técnico Vadão morre aos 63 anos

25 de maio de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Morreu aos 63 anos, no início da tarde desta segunda-feira (25), Oswaldo Alvarez, o Vadão, ex-técnico da seleção brasileira feminina de futebol e com passagens por São Paulo, Corinthians, Guarani, Ponte Preta, entre outros clubes.

Ele lutava contra um câncer no fígado e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A sua história na seleção brasileira feminina começou em abril de 2014, quando estava na Ponte Preta e recebeu o convite da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Em dois anos e sete meses durante o primeiro comando, colecionou conquistas: Copa América de 2014, Torneio Internacional de Futebol Feminino de 2014, Campeonato Internacional de Futebol Feminino de 2015, Jogos Pan-Americano de 2015, além do quarto lugar na Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Neste ano, ele foi escolhido pela Fifa o sexto melhor treinador do mundo de um time feminino.

Já o segundo trabalho na seleção feminina começou em setembro de 2017. Desta vez, Vadão ficou um ano e 11 meses, sendo campeão do Torneio Internacional de Futebol Feminino em 2017 e da Copa América em 2018.

O último torneio pela seleção foi a Copa do Mundo de 2019, com a eliminação nas oitavas de final para a França. Um mês depois do Mundial, foi demitido pela CBF e estava à espera de uma nova oportunidade para voltar ao mercado.

Fonte: O Sul

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content