Uma só vacina pode combater a covid-19 e a gripe - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Uma só vacina pode combater a covid-19 e a gripe

12 de setembro de 2021

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Fiocruz Minas estão desenvolvendo uma vacina capaz de proteger, ao mesmo tempo, contra o vírus influenza – que causa a gripe – e o SarsCov 2, que causa a Covid.

Segundo o professor Ricardo Gazinelli, o imunizante impede o ciclo de vida do vírus, provocando uma boa resposta na defesa do organismo.

“A ideia é a seguinte, nós tiramos uma proteína do vírus influenza e impedimos que ele saia da célula, interrompendo sua multiplicação. Daí, usamos uma proteína do SarsCov 2. O resultado é uma resposta de imunidade para ambos os vírus”, disse ele.
A expectativa é que não seja necessária a aplicação de doses de reforço de vacina de influenza e de Covid separadamente. Uma aplicação servirá para prevenir ambas as doenças.

“Se tudo der certo, acaba gerando um custo bem mais em conta, facilitando também a produção do imunizante”, falou o professor.

A pesquisa está na fase pré-clínica, ainda em testes com camundongos. A previsão é que os testes clínicos, em seres humanos, comecem no meio do ano que vem.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC), a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), a Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) e a Fiocruz estão financiando a fase pré-clínica. Ainda não há recursos para o seguimento da pesquisa após este estágio.

Delta

Os indivíduos completamente vacinados tiveram 11 vezes menos chances de morrer de covid-19 e estiveram dez vezes menos propensos a ser hospitalizados desde que a variante delta se tornou predominante nos Estados Unidos, disseram as autoridades de Saúde do país. Os dados consistem de três novos estudos publicados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), que averiguaram a eficácia das vacinas contra as consequências mais severas da enfermidade.

Por razões que ainda não estão totalmente claras, os dados de um dos estudos sugerem que a vacina do laboratório Moderna oferece um nível de proteção ligeiramente superior aos outros imunizantes utilizados, Pfizer e Johnson & Johnson, no período em que prevaleceu a variante delta.

Os resultados foram apresentados um dia depois que o presidente Joe Biden anunciou um novo e ambicioso plano de imunização para o país, que inclui determinações às companhias com mais de 100 funcionários para que seus empregados sejam vacinados e submetidos a testes semanais.

Fonte: O Sul

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados