Veja quando os clubes gaúchos entrarão em campo pela terceira fase da Copa do Brasil - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com

Veja quando os clubes gaúchos entrarão em campo pela terceira fase da Copa do Brasil

12 de agosto de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou na noite de segunda-feira (10) as datas e horários das partidas de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O Rio Grande do Sul conta com três representantes nesta etapa da competição nacional: Juventude, Brasil de Pelotas e São José.

O primeiro a entrar em campo será o Juventude. No dia 26 de agosto, às 16h, o grupo comandado pelo técnico Pintado decidirá a vaga à próxima fase contra o América-RN, na Arena das Dunas.

No dia seguinte, será a vez de Brasil de Pelotas e São José definirem os seus futuros.

Às 19h, o time de Pelotas enfrentará o Brusque-SC, no Augusto Bauer. E, às 21h30, a equipe de Porto Alegre receberá o Atlético-GO no Estádio Francisco Novelletto Neto.

Participantes da Copa Libertadores da América, Grêmio e Inter só ingressarão nas oitavas de final.

Confira as informações sobre os jogos dos gaúchos na Copa do Brasil:

11/3 – Juventude 1×1 América-RN – 19h15 – Alfredo Jaconi
26/8 – América-RN x Juventude – 16h – Arena das Dunas

12/3 – Brasil de Pelotas 0x1 Brusque-SC – 21h30 – Bento Freitas
27/8 – Brusque-SC x Brasil de Pelotas – 19h – Augusto Bauer

11/3 – Atlético-GO 2×0 São José – 21h30 – Estádio Olímpico
27/8 – São José x Atlético-GO – 21h30 – Francisco Novelletto Neto

Spray de Barreira

A Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) orientou seus árbitros a não usarem sprays de barreira nos jogos do Campeonato Brasileiro. A ferramenta é o centro de ações que correm na justiça brasileira, e a própria CBF já recebeu duas notificações extrajudiciais por parte da empresa que detém as patentes sobre o produto.

Embora não tenha fornecido sprays para a primeira rodada da competição, duas das seis partidas tiveram o auxílio da tecnologia, mas porque os frascos pertenciam aos árbitros. Na última segunda-feira, por meio de um grupo no Whatsapp, a CBF reforçou o pedido para que os sprays não sejam utilizados.

A orientação deve valer, também, para o restante das competições organizadas pela entidade, como Copa do Brasil e divisões inferiores do Campeonato Brasileiro.

Empresa cobra explicações

Também na noite de segunda, a Spuni Comércio de Produtos Esportivos, empresa detentora das patentes, enviou à CBF uma notificação extrajudicial exigindo explicações sobre o uso do spray na primeira rodada do Brasileirão. Ela pede, entre outras coisas, informações como qual é o fornecedor do produto, valor da compra, notas fiscais, entre outras.

Essa é a segunda notificação dos advogados da Spuni endereçada à CBF. Antes do início do Brasileirão, com o insucesso das negociações entre as partes no que diz respeito ao fornecimento da ferramenta para a competição, a empresa alertou a CBF para que não procurasse outro fornecedor “sob pena de medidas judiciais cabíveis”.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content