Vereador Matheus Pompeo propõe envio de moção de repúdio a FGV (Fundação Getúlio Vargas) responsável pela elaboração e aplicação do XXXII Exame da Ordem, pela prova maldosa aplicada neste domingo. - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Vereador Matheus Pompeo propõe envio de moção de repúdio a FGV (Fundação Getúlio Vargas) responsável pela elaboração e aplicação do XXXII Exame da Ordem, pela prova maldosa aplicada neste domingo.

14 de junho de 2021

“Foram 250 mil inscritos, (R$65 milhões arrecadados) 250 mil pessoas formadas ou prestes a se formar (pois pode ser feita a partir do 8º semestre) em busca do seu sonho de exercer a advocacia, depois de uma espera de 1 ano e meio”.
“Se não bastasse toda a agonia decorrente da pandemia, a impossibilidade de exercer a profissão por mais de um ano à espera da prova, a FGV, sem qualquer fundamento, apresenta uma prova que transborda qualquer senso de proporcionalidade. Prova absolutamente surreal, com questões extremamente complexas, com nível de dificuldade muito superior a exigida a quem realiza a prova depois da graduação. Muitas questões são de nível de concurso para Magistratura Federal”, destaca Pompeo.
“Sendo assim, registramos nosso total e irrestrito REPÚDIO a Fundação Getúlio Vargas, que em nenhum momento tratou de forma isonômica os examinandos, elaborando uma prova jamais vista em anos anteriores dado o alto grau de dificuldade, ferindo os princípios do bom senso e da razoabilidade”, finaliza.

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados