As ciclovias que nunca saíram do papel em Ijuí – NoroesteOnline.com

As ciclovias que nunca saíram do papel em Ijuí

13 de outubro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O crescente aumento do número de ciclista poderia contribuir para a diminuição de veículos automotores em horário de pico, porém, isso não acontece em Ijuí pois a situação para os ciclista não é nada favorável.

Além da cidade ter ao menos três morros, o que dificulta a locomoção em bicicleta comum, exigindo maior esforço físico do ciclista, Ijuí também não tem espaço correto para o ciclista no trânsito, que tem que dividir a rua com motos, carros, ônibus e caminhões.

O plano de mobilidade ainda está disponível no site da prefeitura de Ijuí, no entanto, as ciclovias previstas neles nunca saíram do papel. Até as duas ciclovias que existem hoje em Ijuí, sequer faziam parte do plano de mobilidade. No plano de mobilidade se traçava mais de 45 quilômetros de ciclovia pelas principais via da cidade e inclusive ao longo da BR 285 e ERS 342.
O Plano de Mobilidade pode ser acessado aqui: https://www.ijui.rs.gov.br/paginapref/downloads/plano_de_mobilidade

No mapa abaixo, as ruas demarcadas em amarelo, seriam os trajetos das ciclovias, que passariam pela Perimetral Norte, Perimetral Sul, Avenida São Luiz, Rua do Comércio, rua 20 de Setembro, rua Goiás, Avenida Getúlio Vargas, rua Bento Gonçalves, rua 19 de Outubro, Avenida José Gabriel, Avenida Emílio Glitz, rua Guilherme Timm, rua Carlos Zimpel, BR 285 da Perimetral Sul até o trevo da ERS 342 e ERS 342 do trevo da BR 285 até o trevo da Rua do Comércio. Estes trajetos supririam a demanda básica para o deslocamento de trabalhadores de zonas da cidade para o centro e distritos industriais de forma mais rápida e segura.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content