Blog da Sandra: O poder das palavras – NoroesteOnline.com

Blog da Sandra: O poder das palavras

10 de junho de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Por: Sandra Raquel De Faveri

Acompanhando os acontecimentos de nossa cidade nos últimos dias tenho a certeza que as palavras tem um poder incrível. Seja para o bem ou seja para o mal. Seja para elogiar ou para denegrir alguém. Carlos Drummond de Andrade tem um poema que gosto muito, chama-se “O Lutador”. Nesse poema Drummond destaca a luta que travamos com as palavras. E acredite, essa luta é diária. Desde o momento em que acordamos até fechar os olhos estamos envolvidos e embalados por palavras.

A nossa língua nos dá a possibilidade de ler, interpretar, argumentar. E essa leitura confirma a nossa luta comunicativa com as palavras, uma vez que os vocábulos abrigam diversos significados, de acordo com o contexto em que estão inseridos.

Isso mostra que o emprego das palavras independe de limites. Elas podem ser usadas em situações concretas, em situações abstratas e, muitas vezes, em situações metafóricas: podemos ler as palavras de uma carta que nos escreveram; o motorista pode ler as placas de trânsito na estrada; o agricultor lê os rabiscos que as nuvens desenham no céu; podemos ler os movimentos das formigas anunciando chuva ou seca; um filho pode ler a expressão da mãe; a mãe pode ler o silêncio de um filho. Exemplos temos muitos.

E não para por ai. O homem desenvolveu tanto a sua capacidade de lidar e lutar com as palavras que inventou formas muito especiais de leitura, prova disso é o Código Morse, o Braille, a linguagem dos surdos E isso possibilitou que os portadores de deficiências estejam em contato com esse mundo encantador das palavras.

Carlos Drummond de Andrade mostra que estamos inseridos em um mundo cercado de palavras. Lutamos diariamente com elas. Arrisco a dizer que somos ilhas cercadas de palavras por todos os lados. Como já disse Drummond, “as palavras nos cercam, mal rompe a manhã”. Réus que somos das nossas ações, buscamos as palavras para agradecer, discutir, atacar, declarar, apaziguar, ofender, mentir, enganar, orar, amar e sobreviver nesse labirinto em que tentamos levar nossas vidas.

Palavras tem poder e podem nos condenar ou nos absolver. E isso me fez descobrir que somos falíveis. E descobrir isso me fez um ser humano aprendiz, tirando das minhas costas culpas que não preciso carregar. Mostrando-me que palavras são sementes que lançamos ao longo do nosso caminho.

Portanto, que tenhamos sempre palavras de carinho e amizade para aqueles que chegarem até nós sedentos de um pouco de atenção.

EAD UNIJUÍ

31 de julho de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content