CGH Igrejinha recebe turbinas e enchimento do lado está previsto ainda para este mês – NoroesteOnline.com

CGH Igrejinha recebe turbinas e enchimento do lado está previsto ainda para este mês

17 de setembro de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Chegou ao canteiro de obras da Central Geradora Hidrelétrica (CGH) Igrejinha o conjunto de turbinas a ser instalado na sua Casa de Máquinas. As turbinas modelo Kaplan S, com gerador a jusante, foram entregues pela empresa Hacker Industrial na tarde de segunda-feira, 14, e imediatamente baixadas para o interior da Casa de Máquinas. Elas têm capacidade individual de geração de 2,425 MW e juntas darão a potência instalada de 4,85 MW à usina em construção no rio Ijuizinho, na comunidade de Ponte Queimada, divisa entre os municípios de Boa Vista do Cadeado e Jóia.

O empreendimento pertence à empresa Boa Vista do Cadeado Energia Ltda., formada pelas cooperativas Ceriluz, de Ijuí, detentora de 59% dos ativos, e Coprel, de Ibirubá, que responde por 41%, totalizando um investimento estimado em R$ 30,2 milhões. Com a Licença de Instalação (LI) desde dezembro de 2017, a obra teve início em meados de junho de 2019.

O circuito hidráulico de geração da CGH Igrejinha é formado por uma tomada d’água que, através do método de operação, conduz a água do reservatório pelo circuito adutor – composto pelo canal aberto e o túnel – e posteriormente pela câmara de carga e Casa de Máquinas. Além das turbinas, também estão chegando ao canteiro de obras os condutos metálicos e conexões, necessários para dar passagem da água no trajeto entre a Câmara de Carga e as turbinas.  O túnel já está finalizado, da mesma forma que a reconstrução da barragem, cujas ensecadeiras já foram retiradas, aguardando agora a autorização pela FEPAM para o enchimento do lago (mais detalhes a seguir). Nessa estrutura, além do reforço da barragem já existente no local, da antiga usina Tarumã, foi implantada uma comporta central e ombreiras laterais, para ampliar a segurança do barramento. A última etapa da obra será a instalação dos equipamentos para a geração de energia, incluindo a tubulação forçada, turbinas e geradores, além de todo o sistema elétrico.

Com uma queda de 18,5 metros em relação ao ponto de coleta de água e a localização das turbinas, e um túnel adutor de 618 metros escavado na rocha, a CGH Igrejinha terá uma capacidade instalada de 4,85 Megawatts (MW), energia para atender mais de 5 mil famílias.

Enchimento do Lago

Barragem foi reconstruída, aprimorando estrutura de antiga usina existente no local, e está pronta, aguardando autorização para enchimento do lago.

Com a finalização da construção da barragem a empresa Boa Vista do Cadeado Energia Ltda. solicitou à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM) a autorização para o enchimento do lago, o que deve ocorrer ainda na segunda quinzena de setembro, em data a ser definida pelo órgão ambiental. A hidrelétrica em questão formará um reservatório do tipo fio d’água, com área aproximada de 13,38 hectares. O vertedouro é composto por sete orifícios e uma comporta destinada a inserção da escada de peixes, com capacidade de liberar a vazão remanescente de 3,73 m³/s. O enchimento do reservatório não ocasionará alague e consequentemente supressão da mata ciliar, com os impactos decorrentes dessa atividade podendo ser considerados de baixa magnitude.

O enchimento do reservatório será executado seguindo as diretrizes do órgão regulador, verificando as alterações do regime hidrológico e analisando os impactos sobre a ictiofauna (peixes) e flora aquática. As ações de pós-enchimento do reservatório incluirão ainda um Plano de Gestão Ambiental, contando com o monitoramento da qualidade da água e hidrossedimentológico, além do resgate da fauna. Todo o processo leva em consideração os Programas Ambientais dispostos na Licença de Instalação (LI) Nº 00034/2020.

Vestibular Verão 2021 Unijuí

23 de outubro de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content