Cruz Alta registou mais de 40 casos de tuberculose nos últimos dois anos - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Cruz Alta registou mais de 40 casos de tuberculose nos últimos dois anos

5 de janeiro de 2022
Sae chama atenção para os cuidados com a tuberculose
➡Dados do Serviço de Atendimento Especializado de DST/Aids-SAE, revelam que, durante o ano passado, Cruz Alta registrou vinte casos de tuberculose. Ao longo de 2020, foram, no total, 21. De acordo com Ângela Garlet, Enfermeira Coordenadora do Serviço, a tuberculose é uma doença causada pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis) que afeta vários órgãos do corpo, mas principalmente os pulmões. É transmitida pelo ar, quando o paciente tosse, fala ou espirra. Os principais sintomas são tosse prolongada (por mais de três semanas) com ou sem catarro, cansaço, emagrecimento, febre (noturna) e suor noturno.
➡Assim como outras doenças graves, quanto mais cedo descoberta a tuberculose, mais fácil será o tratamento. “O diagnóstico é feito através do exame do escarro”. Além de aumentar as chances de cura, o diagnóstico precoce também contribui com a interrupção da transmissão. “A tuberculose quando não tratada pode levar até a morte. É importante que o paciente procure realizar o tratamento corretamente, pois é uma doença que possui cura”.
O pote para coleta da secreção do escarro, para diagnóstico da doença, pode ser retirado em qualquer uma das unidades de saúde. “O paciente coleta esta amostra na sua casa, e depois entrega em uma ESF ou no Sae para que seja feito o encaminhamento para o laboratório”.
➡Para mais informações basta contatar com a unidade de saúde mais próxima ou com o SAE pelo telefone 3322 0153.

Pós-Graduação Unijuí – Para quem reinventa o amanhã

29 de março de 2022
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados