DRAMA NO RS: Profissionais da saúde tem que escolher quem tem mais chances de viver - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

DRAMA NO RS: Profissionais da saúde tem que escolher quem tem mais chances de viver

25 de fevereiro de 2021

A situação que tomos temiam e que já havia sido vivida na Itália, Espanha e no estado do Amazonas, chegou ao Rio Grande do Sul, a escolha entre a vida e a morte de pacientes que estão em estado grave com Coronavírus em função da falta de leitos de UTI.

Na região metropolitana de Porto Alegre os profissionais da saúde já precisam escolher quem vai para a UTI ou não, o critério é o mesmo utilizado no mundo inteiro, aqueles que tem mais chances de sobreviver ganham as vagas que tem em UTI’s, os demais, aguardam. Escolher entre os que vão viver e supostamente morrer, já que os que são deixados na fila são idosos ou portadores de doenças crônicas e que já estão em estado avançado do Covid, é algo que nenhum profissional da saúde sonhava em fazer antes do Coronavírus, a realidade choca até mesmo os profissionais da saúde que apelam para que as pessoas respeitem o distanciamento social, evitem aglomerações, usem máscara e álcool em gel e quem não precisa, não saia de casa.

Muitos profissionais da saúde estão vendo seus próprios familiares sendo internados e não resistindo ao vírus. Somente hoje pela manhã em Porto Alegre 93 pacientes aguardam na fila de espera por um leito de UTI. Muitas pessoas no interior estão sendo transferidas entre cidades para poder receber o atendimento médico necessário. Médicos que atendem em UPA’s e Pronto Atendimento da capital estão arrasados por ter que escolher quem vai para a UTI, já há pessoas morrendo por falta de atendimento adequado no estado, o sistema de saúde já está em colapso no RS.

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados