Em jogo de seis gols, Náutico e Juventude empatam em Recife – NoroesteOnline.com

Em jogo de seis gols, Náutico e Juventude empatam em Recife

22 de agosto de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em jogo eletrizante, o Náutico abriu 2 a 0, levou a virada, mas, com um jogador a menos, buscou o empate por 3 a 3 diante do Juventude, neste sábado, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o clube gaúcho foi para o seu terceiro jogo sem vitória e ficou com oito pontos, ainda fora do G4. O pernambucano, por outro lado, ainda não conquistou um triunfo sequer, com quatro pontos.

Náutico e Juventude fizeram um primeiro tempo eletrizante. O time pernambucano aproveitou o fator casa para abrir o marcador aos nove minutos. Simões cruzou, Salatiel cabeceou e o goleiro Luis Carlos fez a defesa. Na sobra, a defesa do clube gaúcho tentou afastar o perigo, mas chutou a bola em cima de Erick. Acabou no fundo das redes.

O Náutico aproveitou o momento para fazer o segundo aos 14 minutos. Jean Carlos tabelou com Simões e pegou de primeira para ampliar. Mas a resposta foi na sequência. Igor cruzou para Rafael Silva, que dividiu com o defensor e com a perna, que não era a boa, conseguiu jogar para o gol.

O jogo continuou aberto e Salatiel colocou a bola na trave. O castigo, no entanto, veio no fim. Aos 40 minutos, Rafael Ribeiro foi sair jogando, mas acabou perdendo a bola para Dalberto. O atacante chutou com capricho, colocando a bola no ângulo do goleiro Marcão para deixar tudo igual.

No segundo tempo, o Juventude aproveitou o embalo da primeira etapa para deixar tudo igual aos cinco minutos. Igor cruzou rasteiro e Dalberto completou para o fundo das redes. Após o susto, o Náutico precisou ir para o ataque e viu Jorge Henrique parar duas vezes em Luis Carlos.

A situação do time pernambucano piorou ainda mais quando Camatunga agrediu um adversário e acabou expulso. No entanto, o Juventude acabou se acomodando e viu o Náutico empatar aos 27 minutos. Gabriel Novaes derrubou Willian Simões dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Jean Carlos cobrou e marcou.

Antes do apito final, tanto Náutico quando Juventude tiveram chances de liquidar a fatura, mas acabaram ficando no empate por 3 a 3.

Fonte: Correio do Povo

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content