F1: Entenda por que Red Bull trocou motor em Sochi e Mercedes não - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

F1: Entenda por que Red Bull trocou motor em Sochi e Mercedes não

24 de setembro de 2021

O conselheiro da Red Bull Helmut Marko explicou porque foi tomada a decisão de dar a Max Verstappen uma nova unidade de força no GP da Rússia de Fórmula 1. O holandês mudou todos os elementos da sua unidade de potência da Honda entre TL1 e TL2 em Sochi, e por isso começará a corrida de domingo do fundo do grid.

Todas as equipes estão sob pressão para dar aos seus pilotos um quarto componente, pois fica cada vez mais claro que será difícil chegar ao final da temporada sem mudanças agora que o calendário completo foi confirmado. Aumentar a quilometragem arrisca problemas de confiabilidade, enquanto o desempenho também diminui.

Verstappen estava em uma posição ainda mais difícil do que a maioria depois que uma de suas unidades sofreu danos na batida na primeira volta do GP da Grã-Bretanha, então sua equipe sabia que uma mudança era inevitável.

Ele veio para a Rússia com uma penalidade de três posições no grid após o incidente com Lewis Hamilton em Monza. Com a Mercedes tradicionalmente em boa forma em Sochi, a decisão foi tomada neste fim de semana.

Marko também revelou que a escuderia tem a opção de mudar apenas dois elementos – que se acredita ser o V6 e o ​​turbo – o que teria resultado em uma pena de apenas dez posições. No entanto, foi decidido mudar tudo, um movimento que automaticamente manda um piloto para o fundo do grid.

“Já que a Mercedes é tão forte aqui, digamos que terminaremos em terceiro na qualificação”, disse Marko ao Motorsport.com. “Mais três é seis, então 16, porque poderíamos ter recebido somente dez lugares de penalidade, tínhamos essa escolha.”

“No entanto, entre 16 e 20 não faz diferença. Por isso escolhemos levar tudo. É a segurança e você pode forçar nas próximas corridas e não precisa se preocupar”, acrescentou.

Questionado sobre o que Verstappen pode alcançar na corrida de domingo, ele disse: “A qualificação não importa para nós. Portanto, vamos nos concentrar no decorrer da prova. Dependerá de como ela estará se desenrolando, haverá um safety car ou não?”

“Por outro lado, ninguém pensou que você poderia ultrapassar em Zandvoort, e [SergioPérez subiu para o oitavo lugar com uma parada extra. Eu acho que muitas coisas são possíveis.”

Fonte: Motorsport

Vestibular Unijuí 2022

14 de outubro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados