Festival de hacking reúne profissionais e entusiastas de segurança da tecnologia em Porto Alegre – NoroesteOnline.com

Festival de hacking reúne profissionais e entusiastas de segurança da tecnologia em Porto Alegre

27 de agosto de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Porto Alegre está recebendo neste sábado a edição do Roadsec – festival de hacking, segurança e tecnologia. Durante mais de nove horas, cerca de 300 pessoas participaram de palestras, oficinas e assistiram hackers atuando ao vivo. O encontro foi realizado no Ritter Hotéis, em Porto Alegre, e marcou as comemorações de cinco anos do evento.

Marina Rocha Ciavatta, responsável pela organização do Roadsec, disse que a programação teve o objetivo de promover a troca de conhecimento entre os hackers e profissionais de segurança da informação. Segundo ela, os participantes puderam interagir com equipamentos de tecnologia, como óculos de realidade virtual, pilotagem de drones por smartphone, montagem de circuitos de robótica, caneta e impressora 3D.

“O encontro é uma importante ferramenta para fomentar a cultura hacker pelo Brasil e descobrir novos talentos para a segurança da informação”, ressaltou Marina Ciavatta.

O Roadsec reuniu hackers, estudantes, profissionais e empresas de segurança da informação e de Tecnologia da Informação (TI). “O evento é uma oportunidade de compartilhamento de conteúdo e para a troca ideias sobre a carreira”, acrescentou.

O evento contou com as presenças do keynote Joaquim Espinhara, principal pesquisador de segurança na Threat Intelligence Pty, que realizou testes de invasão em redes, aplicações web e revisão de códigos com foco em segurança. Espinhara atua como Chief Hacking Officer no Bitwise Labs e é um jogador de CTF do time TheGoonies. Já a consultora de vulnerabilidade na BlockBit, Hágata Maia, falou sobre vulnerabilidades, ameaças, riscos e sobre o ciclo desde a descoberta da vulnerabilidade até o momento de ser exposta ao público.

O especialista em Segurança da Informação na TrendMicro, Filipi Pires, conversou com o público sobre o DNA de uma APT (ameaça persistente avançada) relacionando na prática como isso acontece e explicará como esse tipo de ataque é executado, e as estratégias utilizadas pelo atacante. Além disso, o sócio-advisor da Foxbit, Marcos Henrique, abordou os bastidores do Bitcoin e do Blockchain, e os detalhes que as pessoas precisam saber antes de investir nas moedas virtuais.

Neste ano, o projeto completa cinco anos, com mais de 40 edições, que receberam mais de 30 mil participantes de todas as regiões do Brasil. Durante o Roadsec, o público assistiu a etapa regional do Hackaflag, o Campeonato Brasileiro de Hacking, que revelará o hacker que representará Rio Grande do Sul na final nacional no dia 10 de novembro, em São Paulo.

Fonte: Correio do Povo

Pós-Graduação Unijuí

3 de dezembro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content