Inter nega frustração e confia em ter Guerrero em menos de 8 meses – NoroesteOnline.com

Inter nega frustração e confia em ter Guerrero em menos de 8 meses

24 de agosto de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Inter se manifestou publicamente nesta sexta-feira sobre a volta da punição por doping que impede Paolo Guerrero de jogar pelo clube. Em entrevista coletiva, o presidente Marcelo Medeiros, o vice de futebol Roberto Melo e o executivo Rodrigo Caetano fizeram um discurso de defesa da contratação do centroavante apesar do imbróglio jurídico. Medeiros disse ainda que as possibilidades de defesa do Guerrero não estão esgotadas e acredita que ele possa ser liberado para jogar antes de abril de 2019.

“Isso fazia parte do diagnóstico do negócio. Quando nós fechamos esse negócio tomamos todas as precauções garantindo direitos e obrigações a todas as partes. Esse assunto não está encerrado. A suspensão da liminar não encerra o processo. O Guerrero, através dos seus profissionais, aguarda ainda o julgamento da ação e poderá tomar outras providências, “afirmou o presidente, que garantiu ter a confiança de que o negócio ainda será bom para o Inter.

“O Inter tem certeza de que o negócio é extremamente importante e que vale a pena ter Paolo Guerrero. Tenho certeza de que esse jogador vai trazer uma série de benefícios ao clube não apenas dentro de campo, mas em aspectos financeiros também”, continuou.

O vice de futebol Roberto Melo explicou detalhes do contrato. Por conta da punição, Guerrero deixará de receber salários, mas seguirá vinculado ao clube. Ao final do contrato, em agosto de 2021, o vínculo poderá ser estendido pelo período em que o jogador esteve suspenso. Mesmo que a idade de Guerrero em 2021 seja de 37 anos, Melo disse ter a certeza de que o peruano poderá atuar em alto nível até lá.

“Nós temos hoje como principal destaque do líder do Campeonato Brasileiro um jogador de 37 anos (Nenê). Quando nós começamos a tratar da contratação do Guerrero ainda se tinha a dúvida se a liberação dele seria apenas para a Copa do Mundo. Só depois se soube que ele poderia seguir jogando pelo Flamengo. Fizemos o negócio por ter a confiança no jogador. Perder o Guerrero agora é ruim, mas talvez no ano que vem, no meio de uma Libertadores já com ele encaixado no time, poderia ser até pior”, defendeu o dirigente.

Confiança na inocência

O presidente colorado Marcelo Medeiros garantiu que o clube tem a certeza de que Guerrero é inocente da acusação de doping. “Quero deixar muito claro que todos nós do Inter, direção, conselho de gestão, departamento de futebol e comissão técnica, acreditamos na inocência do atleta e daremos todo o suporte necessário para que ele volte a atuar”, reforçou.

Paolo Guerrero ficará impedido até mesmo de treinar nas dependências do Inter durante o período de punição. Ele já viajou para o Peru nesta sexta-feira, onde se reunirá com seus advogados. Depois disso, será traçado um plano para o jogador manter a sua condição física. Se não conseguir uma redução ou suspensão da pena, Guerrero só irá jogar com a camisa colorada a partir de 23 de abril.

Negativa de valores

O Inter ainda nega que já tenha pago parte das luvas para Guerrero na negociação. O vice de futebol Roberto Melo garantiu ainda que o clube não teve ajuda de investidores para contratar o centroavante. “Saíram informações no Rio de Janeiro sobre valores que investidores teriam pago ao Guerrero e quero dizer que isso é mentira”, disse. “Ele não recebeu nenhum real sequer de quem quer que seja. O Inter não teve nenhum parceiro na contratação do Paolo. Ninguém fez investimento para a chegada do Guerrero”, declarou Roberto Melo.

Fonte: Correio do Povo

Vestibular de Verão 2019 UNIJUÍ

9 de outubro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content