Irmã Dulce tem segundo milagre reconhecido pelo Vaticano e será proclamada santa – NoroesteOnline.com

Irmã Dulce tem segundo milagre reconhecido pelo Vaticano e será proclamada santa

14 de maio de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta segunda-feira (13), o papa Francisco reconheceu um segundo milagre de Irmã Dulce, conhecida como “o anjo bom da Bahia”. O fenômeno reconhecido é de uma pessoa que dormiu cega e acordou enxergando. Assim, Irmã Dulce será proclama santa, de acordo com informação do site Vatican News.

O primeiro milagre de Irmã Dulce foi reconhecido em 2001, quando Cláudia Cristiane dos Santos relatou ter tido uma hemorragia após o parto e ser curada após o padre José Almi de Menezes rogar à freira baiana. Depois da beatificação, a entidade Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) informou que recebeu milhares de relatos de pessoas que afirmaram ter obtido graças por meio dela.

Entre os decretos promulgados, há em destaque um caso gaúcho. Salvador Pinzetta, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, foi reconhecido como venerável por ações de Irmã Dulce. Ele nasceu em Casca, no Rio Grande do Sul, em 1911 e morreu em 1972, em Flores da Cunha.

Fonte: O Sul

Plano de Desenvolvimento Institucional Unijuí

30 de junho de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content